Daily Calendar

Total de visualizações de página

Ocorreu um erro neste gadget

Wic Wac Woe

segunda-feira, 21 de junho de 2010

hernia de disco

















O que é Hérnia de disco?

A coluna vertebral é composta por vértebras, em cujo interior existe um canal por onde passa a medula espinhal ou nervosa. Entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, estão os discos intervertebrais, estruturas em forma de anel, constituídas por tecido cartilaginoso e elástico cuja função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto.

Os discos intervertebrais desgastam-se com o tempo e o uso repetitivo, o que facilita a formação de hérnias de disco, ou seja, a extrusão de massa discal que se projeta para o canal medular através de uma ruptura da parede do anel fibroso. O problema é mais freqüente nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.


A hérnia de disco é geralmente precedida por um ou mais ataques de dor lombar.

Rupturas irradiando-se patoanatomicamente são conhecidas por ocorrer na parte posterior do anel, indo em direção a áreas nas quais as terminações nervosas descobertas estão localizadas.

(Nachemson AL,1976)

Tipos de Hérnias de Disco

  • Protrusas: quando a base de implantação sobre o disco de origem é mais larga que qualquer outro diâmetro.
  • Extrusas: quando a base de implantação sobre o disco de origem é menor que algum dos seus outros diâmetros ou quando houver perda no contato do fragmento com o disco.
  • Seqüestradas: quando um fragmento migra dentro do canal, para cima, para baixo ou para o interior do forâmen.

cervs13

Sintomas

Os sintomas mais comuns são: Parestesias (formigamento) com ou sem dor na coluna, geralmente com irradiação para membros inferiores ou superiores, podendo também afetar somente as extremidade (pés ou mãos). Esses sintomas podem variar dependendo do local da acometido.

Quando a hérnia está localizada no nível da cervical, pode haver dor no pescoço, ombros, na escápula, braços ou no tórax, associada a uma diminuição da sensibilidade ou de fraqueza no braço ou nos dedos.
Na região torácica elas são mais raras devido a pouca mobilidade dessa região da coluna mais quando ocorrem os sintomas tendem a ser inespecíficos, incomodando durante muito tempo. Pode haver dor na parte superior ou inferior das costas, dor abdominal ou dor nas pernas, associada à fraqueza e diminuição da sensibilidade em uma ou ambas as pernas.

A maioria das pessoas com uma hérnia de disco lombar relatam uma dor forte atrás da perna e segue irradiando por todo o trajeto do nervo ciático. Além disso, pode ocorrer diminuição da sensibilidade, formigamento ou fraqueza muscular nas nádegas ou na perna do mesmo lado da dor.

Causas

Fatores genéticos têm um papel muito mais forte na degeneração do disco do que se suspeitava anteriormente. Um estudo de 115 pares de gêmeos idênticos mostrou a herança genética como responsável por 50 a 60% das alterações do disco.(backLetter 1995).

Sofrer exposição à vibração por longo prazo combinada com levantamento de peso, ter como profissão dirigir realizar freqüentes levantamentos são os maiores fatores de risco pra lesão da coluna lombar. Cargas compressivas repetitivas colocam a coluna em uma condição pior para sustentar cargas mais altas aplicadas diretamente após a exposição à vibração por longo período de tempo, tal como dirigir diversas horas. (Magnusson ML, Pope ML, Wilder DG, 1996.)

Entre fatores ocupacionais associados a um risco aumentado de dor lombar estão:

  • Trabalho físico pesado
  • Postura de trabalho estática
  • Inclinar e girar o tronco frequentemente
  • Levantar, empurrar e puxar
  • Trabalho repetitivo
  • Vibrações
  • Psicológicos e psicossociais (Adersson GBJ,1992)

Diagnóstico e exame

O diagnóstico pode ser feito clinicamente, levando em conta as características dos sintomas e o resultado do exame neurológico. Exames como Raio-X, tomografia e ressonância magnética ajudam a determinar o tamanho da lesão e em que exata região da coluna está localizada.

Tratamento

RMA da Coluna Vertebral

É um programa fisioterapêutico que utiliza técnicas de Fisioterapia Manual, mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica. Estabilização Vertebral e Exercícios de Musculação. Ele visa melhorar o grau de mobilidade músculo-articular, diminuir a compressão no complexo disco vértebras e facetas, dando espaço para nervos e gânglios, fortalecer os músculos profundos e posturais da coluna vertebral através de exercícios terapêuticos específicos enfatizando o controle intersegmentar da coluna lombar, cervical, quadril e ombro.

Etapas do tratamento

Fisioterapia manual

A disfunção dos tecidos moles pode alterar o movimento articular e diminuir a eficácia da mobilização-alongamento da articulação. É por isso que o tratamento frequentemente começa com este procedimento visando diminuir a dor e o espasmo muscular ou aumentar a mobilidade dos tecidos moles. Esses procedimentos auxiliares podem também tornar mais fácil a realização da mobilização das articulações, produzindo um efeito mais duradouro. Dentre as técnicas de fisioterapia manual utilizamos a Osteopatia, Maitland, Mulligan e mobilizações articulares.

site http://www.herniadedisco.com.br/doencas-da-coluna/hernia-de-disco


HÉRNIA DE DISCO

Para melhor entendimento do que é hernia de disco, primeiro explicarei um pouco da fisiologia humana.

Nosso organismo é percorrido por milhares de nervos, ligando nosso cérebro a todas as partes do corpo.

Quando você precisa mover uma perna, primeiro pensa no movimento e, quase instantaneamente, este impulso nervoso percorre todo o trajeto de neurônios até a musculatura da perna.

Pois bem, estes nervos passam dentro da nossa coluna e saem dela através dos espaços entre uma vértebra e outra e são preenchidos por disco cartilaginoso.

A função básica destes discos é propiciar espaço, quando livre de hérnia de disco, para a passagem dos nervos.

Não existindo nenhuma alteração nos discos, como uma hérnia de disco, protusão ou abaulamento, não haverá compressão de raízes nervosas e não teremos dor nem parestesia (formigamento).

Porém quando existe hérnia de disco, haverá compressão dos nervos locais.
A compressão de alguns nervos, causada pela hérnia de disco, causará dor e outros sintoma.

SINTOMAS DA HÉRNIA DE DISCO, PROTUSÃO OU ABAULAMENTO

A compressão (pinçamento) que a hérnia de disco efetua sobre alguns nervos causa os sintomas:

Dor na coluna;hernia de disco e dor

Dor na coluna e perna (e/ou coxa);hernia de disco e dor nas pernas

Dor apenas na perna (e/ou coxa);hernia de disco e dor na coxa

Dor na coluna e braço;hernia de disco e dor na coluna

Dor apenas no braço;hernia de disco e dor no braço

Parestesia (formigamento) na coxa e perna, sem dor e etc.

Hérnia de Disco

Existe, também, a hérnia de disco assintomática (sem dor nem parestesia).

Direitos autorais Gilberto Agostinho hernia de disco, abaulamento ou protusão

Hérnia de Disco

Cada sintoma é relacionado ao local da hérnia de disco na coluna. Dependendo de qual nervo a hérnia de disco esteja pinçando, haverá determinado sintoma.

Nosso corpo é "mapeado" em dermátomos, que são áreas da pele inervadas por nervos com suas raizes na coluna vertebral. Cada dermátomo é originado em uma região específica da coluna.

Por exemplo, pode-se observar uma hérnia de disco entre as vértebras L4 e L5 causando dor ou formigamento na região do seu dermátomo.

A mesma demonstra outra hérnia de disco entre a L5 e S1 causando os sintomas em outra região da perna.

Direitos autorais hernia de disco, abaulamento ou protusão Gilberto Agostinho

Demonstração todos os dermátomos do nosso corpo, que podem ser afetados por hérnia de disco.

Dependendo da altura da coluna que está com pinçamento devido hérnia de disco, haverá dor ou formigamento em determinada região do corpo.

Exemplos de locais com hénia de disco:

Hérnia de disco na região S1 haverá sintomas na parte posterior da coxa e perna e nádegas.

Hérnia de disco na L1, causára dor na região lombar e até na virilha.

Hérnia de disco na C6, haverá dor ou formigamento tanto na região cervical (sensação de peso) como no braço do lado da hérnia de disco.

Hénia de disco na C2, haverá dor na nuca e poderá haver fortes dores de cabeça (chamada muitas vezes de enxaqueca).

É comum pacientes virem ao meu consultório sofrendo de enxaqueca durante muitos anos. Tentaram vários tratamentos e dietas, sem resultados.

Quando indico a possibilidade de ser pinçamento em algum nervo cervical o paciente não acredita, até o momento que sente alívio após início do tratamento, quando livra-se da causa do pinçamento do referido nervo (hérnia de disco ou pinçamento por osteófitos).

Outro sintoma comum é a dor no peito, (dor no coração,angina) irradiando para o braço.O paciente acredita estar com prblemas no coração. O que é descartado com exames solicitados por seu cardiologista. Isto ocorre devido compressão (hérnia de disco ou não) na região dorsal.

Direitos sobre hernia de disco, abaulamento ou protusão autorais a Gilberto Agostinho

O QUE CAUSA A HÉRNIA DE DISCO

HÉRNIA DE DISCO POR DESAJUSTES ANATÔMICOS

As causas da hérnia de disco são várias, mas geralmente ocorre por sobrecarga do esforço que o disco já sofre naturalmente.

Ex. paciente que possua escoliose, Fig. 5 (saiba o que é escoliose) e inicie um determinado esforço físico de forma inadequada, sem observar a devida ergonomia, poderá apresentar, após meses, uma protusão discal que caminhará para hérnia.

Os discos já sofrem diariamente esforço perpendicular, devido a força da gravidade na nossa postura ortostática. agora, some a isto o sobreesforço em um dos lados dos disco causado pela compressão de duas vértebras não paralelas entre si.
O disco é praticamente empurrado lateralmente no sentido oposto ao da compressão, causando uma protrusão e, posteriormente, hérnia do disco.

Gilberto Agostinho reservados os direitos da hernia de disco, abaulamento ou protusão autorais

POSTURA E HÉRNIA DE DISCO, PROTUSÃO OU ABAULAMENTO

Outra causa de hérnia de disco é a postural, pessoas que ficam muito sentadas de forma errada, desleixada.

Exercícios de forma errada, como o iniciante em musculação, que no desejo de criar músculos rapidamente exagera na carga, fazendo os exercícios sem orientação profissional.

No dia a dia, carregar peso de forma inadequada também pode causar hérnia de disco, citarei como exemplo a dona de casa que exagera nas suas atividades domésticas, arrastando os móveis, carregando botijão de gás, sacola de feira, tudo de forma errada.

HÉRNIA DE DISCO E STRESS

Hérnia Disco

Outro desencadeador de hérnia de disco é o fator emocional.

O estresse pode causar contraturas em regiões da coluna, que, se persistirem durante muito tempo, podem comprimir perigosamente os discos

O Dr. Wilhelm Reich (1896 -1957) já estudava este assunto que chamou de couraças. Em toda nossa coluna, existem músculos segurando as vértebras, uma sobre a outra. No stress constante haverá contrações destes músculos paravertebrais, causando compressões de discos, podendo causar hérnia de disco.

Existem várias outras causas de hérnia de disco.

Direitos referentes a hernia de disco, abaulamento ou protusão discal. autorais a Gilberto Agostinho

O SUCESSO DO TRATAMENTO PARA HÉRNIA DE DISCO QUE EFETUAMOS OCORRE GRAÇAS À ASSOCIAÇÃO DAS VÁRIAS TÉCNICAS, ABAIXO DESCRITAS: (clique sobre a especialidade que deseja saber mais)

Autoria hernia de disco, abaulamento ou protusão discal, direitos Gilberto Agostinho

TEMPO DO TRATAMENTO CONTRA HÉRNIA DE DISCO, PROTUSÃO OU ABAULAMENTO

O tempo necessário para o paciente sentir alívio das suas dores, dependerá da gravidade da hérnia de disco.

Em abaulamentos ou, mesmo, em protusão discal, o paciente pode sentir algum alívio já no início do tratamento, porém em hérnia de disco com maior gravidade o alívio das dores será sentido apenas após várias sessões.

Quanto menor o tamanho da hérnia de disco, menos as raizes dos nervos serão pinçados e menos sintomas a pessoa sentirá.hernia

A dor e formigamento diminuirão progressivamente conforme o tratamento resultar na diminuição gradativa no tamanho da hernia de disco, abaulamento ou protusão.

Já na primeira sessão o paciente pode sentir alívio das dores, mas o tratamento total pode demorar alguns meses.

Respeite os direitos autorais desta Pág. sobre HÉRNIA DE DISCO, PROTUSÃO DISCAL, ABAULAMENTO DISCAL, DOR NA COLUNA E CIÁTICO.

DEPOIMENTOS ! ( SATISFAÇÃO DOS PACIENTES QUANTO AO TRATAMENTO )

Direitos autorais desta Pág. DOR NA COLUNA E CIÁTICO, HÉRNIA DE DISCO, PROTUSÃO DISCAL, ABAULAMENTO DISCAL

CUIDADOS POSTURAIS PARA PREVENIR HÉRNIA DE DISCO.

Para evitar hérnia de disco é necessário manter sempre uma postura correta.

Ao transportar algum peso, fazê-lo de modo a distribuir o peso de forma mais uniforme para os dois braços, ou melhor ainda, carregar em mochila presa às costas.

Ao caminhar manter sua cabeça erguida, os olhos olhando para frente e não para baixo, de modo que o pescoço fique reto e o peso da cabeça uniformemente distribuída em toda a coluna, os ombros devem ser mantidos em linha reta. A pélvis deve ser um pouco empurrado para a frente com a barriga levemente contraida.

Quando sentir dor nas costas depois de uma longa permanência em pé, deve agachar-se sobre as pernas para alongar os músculos da coluna lombar.

Ao caminhar manter a postura como descrito acima e evitar sapatos com saltos altos.

Sentar corretamente pode evitar dor nas costas, a coluna deve ficar ereta. A mesa de trabalho deve ter altura ideal para não obrigar a inclinação para frente ou para trás. A cadeira deve ser regulável em altura para permitir os pés alcançarem o chão, e deve ter uma leve curvatura para trás na coluna lombar.

Aqueles que lêem por muito tempo devem descansar o livro em uma mesa e quem permanece por um longo tempo com o computador precisam ajustar o monitor a uma altura que possa manter a cabeça numa posição confortável, nem para baixo nem para cima.

Em qualquer caso, para quem mantém uma mesma posição demorada é interessante adote intervalos regulares de descanço, se levantando, andando, esticando os braços e curvando as costas para frente.

Finalmente, lembrar que ao levantar um objeto pesado, dobrar os joelhos para usar os músculos das pernas e o mínimo da colulna. O peso deve ser erguido colado ao corpo, poupando a coluna vertebral.

Realizar atividade físicas leves, como caminhar, nadar, alongamentos e exercícios terapêuticos leves.

VEJA MINHA OUTRA PÁGINA COM MAIS DETALHES DE PREVENÇÃO DE DOR NAS COSTAS


EXERCÍCIOS TERAPÊUTICOS PARA AJUDAR A PREVENIR HÉRNIA DE DISCO

Se você sente de dor nas costas, deve consultar seu médico antes de fazer estes ou qualquer outro exercício.

Estes exercícios podem ajudar a evitar hérnia de disco, desde que, associados a cuidados de AVDs (Atividades de Vida Diária), posturas adequadas, evitar excesso de esforço físico e procurar sempre lazer para relaxar do estresse mental. Não são destinados a resolver, muito menos, curar uma hérnia de disco. Infelizmente não existe nada simples para se fazer em casa, para curar a hérnia de disco depois de instalada, apenas o tratamento adequado

Estes exercícios terapêuticos poderão aliviar alguma leve dor nas costas, desde que não haja hérnia de disco, nem osteófitos ou outro problema mais sério na coluna. Nestes casos é necessário tratamento e, somente depois que houver melhora, iniciar exercícios específicos.

Deite em uma superfície reta (colchão firme, colchonete ou mesmo cobertor no chão). Puxe, inicialmente, uma das pernas e segure por 20 segundos. Depois faça o mesmo com a outra perna. Por último puxe as 2 pernas juntas e segure pelo mesmo tempo.

Muito útil para alongar região posterior, relaxando a coluna lombar. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento já existente.

Faça um movimento para frente e para baixo. Desta forma, estende-se nas nádegas e um músculo chamado íleo-psoas. Este músculo é muito forte e puxa demasiadamente a coluna lombar. Quanto mais deixá-lo alongado melhor para evitar hérnia de disco e outros problemas na coluna vertebral. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento já existente.

Em uma cadeira, abaixe o peito e abrace os joelhos. Desta forma estará empurrando a pélvis e conseguindo alongamento da região posterior das costas e, conseqüente, alívio da compressão dos discos, podendo evitar hérnia de disco, protusão ou abaulamento discal. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento já existente.

Sente-se no chão e com as mãos toque os dedos dos pés. Este exercício clássico é perfeito para alongar as costas e, em especial a região lombar. Descomprimindo os discos. Útil após trabalhar o dia todo sob estresse. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento já existente.

Muitas vezes, este exercício é útil para fortalecer os músculos das costas e facilitar o movimento correto da pelve e coluna vertebral. Na posição observada na expire e abaixe a região da cintura, fique alguns segundo. Inspire e eleve a cintura, ficando alguns segundos. Repita 10 vezes, sempre muito lentamente. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento já existente.

Deite em uma superfície reta (colchão firme, colchonete ou mesmo cobertor no chão).

Puxe com a mão esquerda o seu joelho direito para o lado esquerdo, segure por 20 segundos.

Depois inverta, ou seja, a mão direita puxará o joelho esquerdo para o lado direito. Útil para alongar toda musculatura posterior desde a lombar até a coxa. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento.

Force levemente a cabeça para um lado, fique por 20 segundos. Depois repita do outro lado por 20 segundos. Bom para alongar a cervical lateral, após tensão no final do dia. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento.

Forçar levemente a cabeça para o lado esq. com a mão esq. segurando por 20 segundos. Depois inverta o lado e segure por mais 20 segundos.

Não faça este exercício, em hipóte alguma, se estiver com hérnia de disco ou osteófito cervical, pois seria muito perigoso. Lembrando que este exercício não é para curar hérnia de disco, protusão ou abaulamento.






Um comentário:

E e J disse...

Este assunto é importantíssimo para sabermos
falar aos nossos médicos o que estamos sentindo
para fazer um melhor diagnóstico...