Daily Calendar

Total de visualizações de página

Ocorreu um erro neste gadget

Wic Wac Woe

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Enxaqueca com aura


Enxaqueca com aura

publicidade

O que é:

A enxaqueca com aura é um tipo de enxaqueca que possui as mesmas caraterísticas da enxaqueca regular mas que também gera sintomas relacionados ao sistema nervoso central, como distúrbios visuais, que normalmente surgem cerca de 5 a 20 minutos antes de se instalar a dor de cabeça e afeta entre 10 a 15% das pessoas que têm enxaqueca possuem manifestações de aura.
A dor de cabeça com aura pode durar de 4 a 72 horas, mas é habitual haver picos de 1 hora e longos períodos de completa remissão dos sintomas.

Sintomas de enxaqueca com aura

A aura da enxaqueca envolve sintomas relacionados a distúrbios visuais, auditivos, sensitivos ou motores tais como:
  • luzes piscando, manchas brilhantes, visão borrada ou manchas cegas;
  • formigueiros nas extremidades dos pés ou mãos;
  • paralisia do movimento ocular;
  • formigamento na cabeça, lábios, língua ou braços;
  • dificuldade em falar;
  • ruído no ouvido;
  • alucinações (ex: sensação de estar caindo, ou de os objetos serem maiores ou menores que na realidade, etc.);
  • Tontura ou perda do equilíbrio.
Esses sintomas de aura costumam ser de curta duração, podendo durar entre 20 a 40minutos, mas o acompanhamento médico é fundamental.
Os sintomas de aura podem se tornar permanentes, embora isto seja raro, por isso a pessoa que tem aura com enxaqueca deve ter uma alimentação saudável com colesterol controlado e um estilo de vida com pouco stress para evitar derrames cerebrais.

Causas da enxaqueca com aura

As causas da enxaqueca com aura ainda não foram totalmente esclarecidas, mas acredita-se que ela esteja relacionada à um estreitamento dos vasos sanguíneos cerebrais e por isso que sofre com esta doença corre mais riscos de desenvolver um acidente vascular cerebral, conhecido popularmente como AVC.

Tratamento para aura da enxaqueca

O tratamento para aura da enxaqueca pode envolver sessões de psicoterapia para controlar e reduzir o stress, implementação de atividade física moderada e reeducação alimentar.
A prescrição de medicamento pelo médico pode não ser necessária, mas dependerá da avaliação dele especialmente baseada na frequência da crise e na sua intensidade. O melhor médico para tratar a aura da enxaqueca e orientar os exames a fazer é o neurologista.

Enxaqueca com aura e anticoncepcional

Mulheres que tomam a pílula anticoncepcional ou que fazem terapia de reposição hormonal durante a menopausa e que sofrem com a enxaqueca com aura  possuem 8 vezes mais de chances de sofrer um derrame cerebral que as que não tomam os anticoncepcionais.
Isso pode ocorre devido a alterações na coagulação sanguínea provocada por este tipo de medicamento e por causa disto, ela deverá ser aconselhada por um neurologista e ambos deverão discutir sobre qual o método contraceptivo mais indicado para ela.
Além da aumentar o risco de doenças vasculares, a toma de anticoncepcionais também pode desencadear novas crises de enxaqueca com aura ou dificultar o seu tratamento.

O que fazer na enxaqueca com aura

Durante a crise de enxaqueca com aura o que se deve fazer é  ficar relaxado e evitar qualquer tipo de estímulo, desde som, imagens e sensações. O ideal é ficar num quarto fechado e escuro para evitar qualquer tipo de estímulo para o sistema nervoso e é muito importante não dirigir carros ou máquinas pesadas. Cozinhar também e contraindicado.

Como prevenir a aura da enxaqueca

O acompanhamento médico e registo das crises de aura da enxaqueca são muito importante para que o neurologista entenda o padrão das crise e consiga estabelecer o tratamento mais adaptado de foram a prevenir a crise de aura da enxaqueca.
A frequência com que a aura pode se manifestar é muito individual e depende do indivíduo, podendo se repetir de ano a ano, toda a semana ou vários dias da semana em determinadas fases. Tomar anticoncepcionais, hormônios, fumar ou beber também deve ser evitado por quem tem aura da enxaqueca, para adiar ao máximo as crises.




Um comentário:

E e J disse...

Esta enxaqueca é bem grave