Daily Calendar

Total de visualizações de página

Ocorreu um erro neste gadget

Wic Wac Woe

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

FamiliaBachmannMissoes






Visite este site é muito importante.
Conheça este trabalho missionário....
Edslene/James/James JR/Lydia

http://www.uniaonet.com/bachmann.htm
http://www.uniaonet.com/bachmann.htm
SUZANA - GUINÉ BISSÁU

( Mensagens anteriores a Jan/2007 ver :
www.uniaonet.com/bachmann02.htm www.uniaonet.com/afgbsusana.htm
www.freewebs.com/timoteobachmannfamil
Timóteo / Avanilde _ família Bachmann
(Última Mensagem : 26/11/2008 )

08/01/07 _ ACAMPAMENTO, BATISMO E COLHEITA!


Alguns dias antes do Natal, realizamos uma mini Escola Bíblica de Férias em Suzana mesmo. Louvamos a Deus pela vida da nossa irmã Kátia (à esquerda) que veio nos auxiliar no ministério infantil, ajudando a Avanilde e a Agnes a prepararem o material usado nos três dias de Escola Bíblica, a qual teve também a participação do nosso irmão Estanislau (mais conhecido como Upá, à esquerda), ensinando a história missionária. Muitas crianças vieram e ouviram o ensinamento bíblico dado pela Agnes e Avanilde, algumas pela enésima vez, outras pela primeira vez, mas todos tendo mais uma vez a oportunidade de conhecer mais da Palavra de Deus, alguns para se fortalecerem na fé, outros para conhecerem a Jesus. Ore por elas.
O Acampamento, realizado a cada ano entre os dias 30/12 e 02/01, teve maior participação e correu bem melhor, graças aos líderes da Igreja de Míssira que vieram de Bissau. A felicidade de simplesmente estarmos juntos como irmãos era muito grande, a alegria era contagiante!
Mas os irmãos também gostaram muito do ensinamento dado pelos pastores da Igreja de Míssira no livro de I Samuel (à esquerda o Pr. Carlos Quessanguê), livro também usado como base para o concurso bíblico realizado por nossa colega Luzinete e pelo irmão Upá. Ore por todos eles.


O local do acampamento é bem próximo à praia chamada Varela (a 16 kms de Suzana), onde há uma casa presidencial praticamente abandonada, na qual aproveitamos para acampar. Foram dias de muita edificação e crescimento para todos. À direita são os irmãos de Suzana apresentando uma canção...
Um dos pontos altos foi o Batismo de 14 irmãos da região de Suzana, inclusive nossa filha Melissa, para nós motivo maior ainda de alegria e gratidão a Deus. Ore por eles. Desta vez, como em fevereiro de 2003, ficamos felizes de dar a oportunidade de realizar o batismo a um dos pastores da igreja que nos apóia aqui na Guiné Bissau, a Igreja de Míssira, na pessoa do Pr. Carlos.

A Colheita foi alguns dias antes do Acampamento, em Suzana e nas outras aldeias para onde foram alguns irmãos da Igreja de Míssira ajudar os irmãos felupes na colheita do arroz, dar o ensinamento sobre o batismo e evangelizar os amigos e parentes dos irmãos felupes. À direita, visitamos também o Quartel de Suzana...
Muito gratos a cada um que tem orado e contribuído para este ministério, Timóteo pela família Bachmann, no amor de Cristo e pela causa do Mestre, até que todos os felupes ouçam.


Mui prezado intercessor,
Soubemos que há muitos querendo saber quantos crentes temos na região de Suzana, em nosso ministério aqui. Se me perguntassem, eu diria o seguinte:
Quando os discípulos de João Batista foram perguntar a Jesus se era ele mesmo o Messias ou se deveriam esperar outro, o Senhor Jesus não respondeu claramente, pelo menos não da forma que nós esperaríamos, ele apenas disse: "Conte a João o que estão ouvindo e vendo: os cegos vêem, os mancos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e as boas novas são pregadas aos pobres"...
Na terra dos felupes até hoje nenhum cego passou ainda a ver, nenhum manco passou ainda a andar, nenhum leproso ainda foi purificado, mas uma moça, chamada Rosa, que teve lepra por vários anos, cansando-se nos terreiros de cura tradicional em vão, agora já terminou o tratamento e a lepra já não progredirá, graças ao Projeto Felupe que investiu e a ajudou em seu tratamento, graças também aos irmãos que oraram muito por ela. Ela está firme no caminho do Senhor Jesus, apesar de ser rejeitada e discriminada pela família pelo fato de negar tudo por causa de Cristo, também porque acreditam que ela ainda está com essa doença que a impede de casar e trabalhar como uma pessoa normal e que a impede até mesmo de ter um dia um enterro digno de um ser humano...
Na terra dos felupes até hoje nenhum surdo passou ainda a ouvir, nenhum morto foi ressuscitado ainda, mas não foi apenas um ou dois que foram resgatados praticamente da morte ao serem tomados pelos irmãos e receberem cuidados e amor... E as boas novas? Estão sendo proclamadas, estão sendo declaradas e vividas através dos nossos irmãos que sofrem perseguição, escarnecimento e rejeição por causa de sua fidelidade a Cristo, pelo fato de negarem seguir as leis perversas dos maus espíritos às quais seus familiares e amigos estão acorrentados.

Cremos que é isso o que importa. Cremos que o que importa mais é que alguém esteja se tornando um verdadeiro seguidor do Senhor Jesus. O Senhor Jesus não nos mandou fazer convertidos (que pode ser o mal das igrejas no Brasil e no mundo), ele nos mandou fazer discípulos, isto é, pessoas que negaram-se a si mesmas, morreram para o mundo e estão procurando levar outros a fazer o mesmo.
Alguém poderia me perguntar dizendo: "Está bem, você venceu: Então, quantos discípulos vocês têm?"

Só Deus sabe, somente Deus conhece os corações e sabe quem lhe é verdadeiramente fiel. O que podemos dizer é que desde fevereiro de 2003 até agora, foram 34 pessoas batizadas, e a ordem de Cristo é de batizar os discípulos que fizermos. Dois deles foram nossas filhas Agnes e Melissa, os únicos "estrangeiros". Cinco deles talvez nem haviam mesmo se decidido por Cristo, porque se desviaram depois. Em compensação, temos outros que foram batizados em outra cidade, enquanto estavam fora por causa de escola, etc.
Em Suzana varia entre 10 e 15 o número de pessoas, sem contar crianças, que freqüentam os cultos, estudos bíblicos e reuniões de oração, todos com decisão tomada de seguir a Cristo, muitos hoje batizados, e dentre eles alguns que estão tentando levar outros a seguir a Cristo. Em Edjim e Elálab, pode variar entre 10 a 15 pessoas, um bom número decidido a seguir a Cristo, alguns batizados, alguns curiosos, sem contar muitas crianças. Em Budjim, temos apenas o Armando e uma moça batizados. Apenas um rapaz decidido, e muitas crianças que freqüentam os cultos, pois é a aldeia onde quase todos se desviaram.
De todas estas aldeias, há vários outros decididos mesmo por Cristo, e que estão tentando fazer outros seguidores, alguns até batizados, mas que vivem em Bissau e se reúnem mensalmente como associação (uns 15) para orarem pela salvação do seu povo.
Você que está tentando ser (ou se já é) um verdadeiro discípulo do Senhor Jesus, ore e peça a Deus que nós aqui sejamos encontrados por Jesus em Sua vinda a cumprir Sua ordem. E que os discípulos dele que fizermos aqui façam muitos outros em toda essa terra...

Pedido de Oração Urgente: Ficamos sem a professora das crianças que viria do Brasil. Peça a Deus que consigamos outra pessoa...
Sinceramente no amor de Cristo, Timóteo pela família Bachmann 15/01/2007
05/02/06 _ PEDIDOS DE ORAÇÃO
Pedimos orações pelo III Seminário de Tradução em fevereiro do Projeto LUCAS. Peça a Deus pelos tradutores, que são de várias etnias da Guiné Bissau, inclusive nossos irmãos felupes (Tino, Pr.Raimundo, Ampa Januba e Mora). Peça a Deus pelo pessoal da hospedagem e alimentação e especialmente pelos instrutores, vindos do Brasil, para que possamos todos trabalhar bem e traduzir muito mais textos.
Pedimos orações pelo trabalho de alfabetização na língua Jola-Felupe. Se o povo não souber ler na própria língua, de nada adianta traduzir a Bíblia. Peça a Deus pela formação da equipe de alfabetizadores, pelo preparo do material e que o povo queira ser ensinado a ler e escrever na própria língua.
Pedimos a Deus pelo amadurecimento da Igreja Evangélica de Suzana. A maioria ainda é composta de adolescentes. Sabemos de muitos adultos que querem "entrar no caminho de Jesus" como eles mesmos dizem, mas não têm coragem de enfrentar a rejeição da família, dos amigos e da comunidade por causa de Cristo. Os líderes que temos também precisam muito assumir mesmo com mais determinação a função que têm.
Pedimos orações pela construção do salão da Igreja Evangélica de Suzana. Há muito tempo temos reunido em uma das salas da escola, queremos poder reunir em nosso próprio espaço. Peça a Deus que todos os irmãos estejam animados e empenhados e ajudar, inclusive os que estão estudando nas cidades. Aproveitaremos o feriadão do Carnaval para prepararmos o terreno. Peça a Deus que consigamos ter um bom plano para construir ainda este ano.
Pedimos orações pela vinda do estagiário do Instituto Bíblico a partir de setembro deste ano. Provavelmente será um casal, talvez com filhos. Peça a Deus que sejam pessoas dispostas a servir no meio de uma etnia diferente, e que aprendam conosco, mas que nos ajudem também a alcançar este povo.
Pedimos também orações pelo ano de 2008 em que deveremos estar no Brasil para visitar as igrejas intercessoras e mantenedoras. Peça a Deus que levante alguém para estar aqui com nossa colega Luzinete durante nossa ausência. Se for alguém que venha para ficar e fazer parte da equipe, melhor ainda...
O que temos para agradecer a Deus é pela vida de cada um que está na nossa retaguarda, orando, intercedendo, pedindo a Deus por nós, guerreando por nós em oração contra as ciladas do Diabo, muitos até contribuindo para o nosso sustento.
MUITO gratos, no amor de Cristo e pela causa do Mestre,
Timóteo pela família Bachmann
15.03.07 Circular de Fevereiro dos Bachmanns
enviado por yahoo.com
KAYTAKU KATA ELOBAY YATA EMITAY
Livro da Palavra de Deus
D'ÊJOLAY em Jola (Felupe)
Este é o nome do livro de Lucas que saiu mais uma vez, em sua terceira edição, agora com os capítulos 2, 8, 10 e 15 completos, e os capítulos 6, 11 e 12 faltando concluir. Graças a Deus por essa benção, mas infelizmente não atingimos a proporção do livro de Lucas que deveríamos ter atingido. Traduzimos muito pouco no período entre setembro passado e agora. Mesmo durante este seminário de fevereiro rendemos menos que os outros grupos, que estão traduzindo para outras línguas. Levamos bem mais tempo para discutirmos os textos e para definirmos a melhor forma de por as verdades da Palavra de Deus na língua Jola-Felupe. É uma grande luta seguir os textos originais e tentar reformulá-los para estarem em Jola de forma natural e clara mas correta. Precisamos de oração intensa para que não percamos tempo e nem deixemos os textos saírem mal traduzidos...

Como sempre, neste seminário de fevereiro também sofremos com imprevistos e contratempos, sem dúvida em parte causados por nosso inimigo que sabe muito mais do que os crentes o valor a Palavra de Deus nas línguas maternas. Tanto que ele sabe que não nos dá descanso e nos ataca de várias formas, com doenças que aparecem de repente, dificuldade de concentração, dores de cabeça e sonolência que acabam assim que acabam as sessões de trabalho. Tivemos problemas com o gerador ao ponto de serem queimados dois computadores por causa de sobrecarga, e em outras horas, corte de energia... Sim, Satanás sabe muito bem que a Palavra de Deus nas línguas do povo daqui será como uma bomba nuclear que vai lhe detonar o trabalho, por isso ele não pára quieto e ainda consegue fazer com que os cristãos e pastores não vejam valor nenhum nesse trabalho, para que não nos apóiem e até prejudiquem o esforço de quem está se sacrificando para cumprir este plano de Deus. Precisamos de orar para que Deus abra os olhos dos Seus filhos, especialmente dos pastores, no Brasil e na Guiné, para a essencialidade deste ministério...
Peça a Deus ainda que as muitas cópias que fizemos deste livro sejam bem utilizados, sejam lidos e estudados pelos crentes felupes, e que os leiam aos seus amigos e familiares para experimentar e ver o que falta melhorar na tradução, mas especialmente para anunciar a Palavra de Deus.
Foi muito duro ter que passar três longas semanas longe da família, como também foi para eles, por causa da distância e dificuldade de locomoção, mas graças a Deus na volta eu os encontrei muito bem, apesar de terem sofrido algumas provações, o que sempre é de se esperar, especialmente quando nos dedicamos mais à tradução da Palavra de Deus.
Por isso é que somos tão gratos a Deus por tua vida, por estares engajado nesta obra junto conosco, orando a Deus, intercedendo diariamente por nós, contribuindo fielmente com nosso sustento. Graças a Deus por tua visão e desprendimento. Saiba que terás maior alegria na glória, por teres uma parte nessa obra! Que Deus te abençoe e te recompense abundantemente, em nome do Senhor Jesus.
Continue a pedir a Deus pelo carro, o valor já está completo e efetuaremos a compra em breve! Que ele chegue sem demora e sem dificuldade de se desenrolar nas Alfândegas da Guiné Bissau!
Continue a pedir pela voluntária que deve vir nos ajudar a ensinar os filhos. Ela é missionária de outra missão, mas já obteve permissão de vir. Que Deus confirme e que a dirija em tudo, suprindo tudo que precisar.
MUITO gratos, no amor de Cristo e pela causa do Mestre!
Timóteo pela família Bachmann

EQUIPE FELUPE DE TRADUÇÃO EQUIPE DO PROJETO LUCAS
Timóteo, Mora, Pr. Raimundo Felupes, Mansoankas, Nagas,
Consultora Cheryl, Ampa Januba, Bayotes, consultores e
Consultor Arthur e Armando. equipe de apoio.
"QUE VENHA O TEU REINO ?"

Amado intercessor e companheiro de oração, KASUUMAY! (Não, não errei a escrita, é assim que escrevemos em felupe a palavra para paz, saúde e tudo de bom!)
Já paraste para pensar (é assim mesmo que eu falo, sou amazonense!) já paraste para pensar sobre essa parte da oração que o Senhor Jesus ensinou aos seus discípulos? Chegaste alguma vez a meditar sobre o que significa essa expressão? O que será que o Senhor Jesus quis dizer quando ele a enunciou? O que é que Ele queria que os seus seguidores pensassem na hora em que pedissem isso a Deus?
Não estou escrevendo essa circular pra filosofar nem para teologizar, pois não são minhas especialidades (embora gostaria que também fossem!), mas para chamar nossa atenção ao fato de ignorarmos verdades belas e profundas da Palavra de Deus simplesmente por termos nos acostumado com elas, sem realmente as entender! Mas também desejo muito que entendamos a dificuldade de traduzir a Bíblia.
Somente quando eu estava tentando ajudar nossos tradutores felupes a traduzir a oração do "Pai Nosso", é que notei que fazia muito tempo que eu não refletia sobre o significado destas palavras de Jesus: "venha o teu Reino"! Lembrando o que eu havia estudado e olhando o material de apoio que temos, concluímos que o que Cristo quis dizer naquele momento era que ele desejava e pedia a Deus que Ele viesse mesmo reinar sobre a terra, que o Seu domínio e soberania chegassem efetivamente ao mundo, às pessoas, ao dia-a-dia dos seus seguidores.
Muito bem, é isso, mas como dizê-lo em jola-felupe? Simplesmente traduzir a expressão "venha o teu reino" não dá, nem em português, quanto mais numa língua totalmente diferente do grego, latim, português e etc. Especialmente porque para os felupes alguma coisa abstrata não pode "vir", um reino não tem "pernas" para "vir". Por isso traduzimos essa expressão assim: 'faça com que o teu reino chegue a todos os povos'. Isso eles podem entender, especialmente porque usamos o mesmo verbo (chegar) que se usa quando um rei deles assume seu reinado. E até tem mais significado para eles do que para nós pois vivem debaixo da autoridade de um rei, não muito presente nem muito atuante em seu dia-a-dia, mas com incontestável poder espiritual...
Espero que esta simples carta tenha te ajudado a entender um pouco mais dos desafios que temos ao traduzir a preciosa Palavra de Deus para o nosso amado povo.
Esclarecimentos: Primeiro, na circular de fevereiro talvez eu tenha feito muitos entenderem que terminamos de traduzir o Evangelho de Lucas, mas mal começamos. Temos apenas alguns capítulos completos e algumas outras porções. Pode orar!
Segundo, o "rei" dos felupes a quem me referi nesta carta tem poder apenas nas aldeias, na forma tradicional, como há séculos. As outras etnias tem também seus chefes ou conselhos de anciãos, mas o país em que estamos é uma república com presidente, primeiro ministro e parlamento e etc.
Como sempre nos despedimos muito agradecidos a Deus por tua vida e envolvimento nessa obra que não é nossa mas única e exclusivamente dÊle!
Timóteo pela família Bachmann 08/04/07

05/05/2007
Circular de Abril dos Bachmanns
Motivos de Louvor
Louvamos a Deus pela vinda da equipe da AMIDE na pessoa da Ana Maria, nossa presidente, dois pastores e vários irmãos de diferentes igrejas para nos ver e conhecer melhor o campo. Sua presença foi de grande alegria e encorajamento para nós.
Louvamos a Deus pela vinda do meu pai, o Sr. Alan Bachmann, para estar conosco aqui em Suzana. Sua presença e apoio em várias áreas vai ser uma grande ajuda ao trabalho e um refrigério grande para mim pessoalmente.
Louvamos a Deus pela vinda da irmã Graça Santos, missionária da missão Novas Tribos, que se prontificou a vir nos ajudar na educação dos nossos filhos. Que Deus a dê graça e sabedoria nessa tarefa e também muita saúde e disposição.
Louvamos a Deus pela vinda do carro com o qual há tanto tempo temos sonhado, pedindo a Deus, confiando que Ele o supriria a Seu modo e a Seu tempo. Não chegou ainda, mas já está a caminho, graças a Deus!
Pedidos de Oração
Ore conosco pedindo a Deus pela escola dos nossos filhos. Certamente a Graça será uma grande ajuda e encorajamento para eles, mas devido ao fato do material ser mal elaborado, precisam fazer muita força para estudarem, entenderem as disciplinas e fazerem as tarefas. A Agnes especialmente está enfrentando matérias bem difíceis.
Ore conosco pedindo a Deus pela formação dos líderes das aldeias: Marcelino, Armando, Tcherno Ampa Januba e Mário Sungú (que não está na foto). Não temos conseguido mais realizar os encontros de oração, planejamento e treinamento. Há sempre muitos imprevistos e coisas que surgem para causar desencontros. Peça a Deus que sejam mais determinados e decididos a me procurarem para serem discipulados.
Ore conosco pedindo a Deus pelo crescimento, em todos os sentidos, da igreja felupe em toda a região de Suzana. São muitos que são ainda imaturos, há muitos que estão desviados, todos precisam levar mais a sério o compromisso do discipulado. Há também bastante pessoas que agora conhecem a verdade e sabem que precisam entregar a vida a Cristo, mas temem a pressão dos amigos e família.
Ore conosco pedindo a Deus pelo trabalho de tradução. Todos que estão envolvidos tem muitos afazeres, seja do ministério, seja da roça, da casa, etc., por isso estamos atrasados. Peça a Deus que tenhamos determinação para ir em frente e que Ele nos desimpeça e nos livre de tantos atropelos e imprevistos que nos atrapalham.
Ore conosco pedindo a Deus pela vinda do carro. Que seja simples e sem demora a retirada dele na alfândega de Bissau, quando chegar, no final de maio.
No amor de Cristo, a serviço do Mestre,
Timóteo pela família Bachmann
28/05/2007 Pedidos de oração dos Bachmanns
Amado intercessor, alguns pedidos breves de oração para estes dias:

Graças a Deus pela vida da Graça, a irmã que está ajudando nossos filhos imensamente, mas a AGNES está ainda enfrentando sérias dificuldades em física, química e biologia, dado o nível em que está: Segundo ano do Ensino Médio. Peçam a Deus que consigamos aqui na região alguém que possa ajudá-la esporadicamente com essas disciplinas tão difíceis.
O carro está caminho, só que atrasou um pouco. Deverá chegar dia 04 de junho. Mas já vamos dar entrada amanhã no despacho da alfândega. Continuem pedindo a Deus que todos os trâmites da alfândega sejam livres de embaraços e custos mais elevados.
Continue pedindo a Deus por mais obreiros para nossa equipe. Como estaremos saindo no início de dezembro para passar um período no Brasil (família Bachmann), a necessidade se torna ainda mais urgente, pois não podemos deixar nossa colega Luzinete aqui sem uma boa companhia. Peça a Deus que ainda este ano alguém venha, antes de partirmos...

O DEUS A QUEM SERVIMOS É O ÚNICO DEUS VIVO E VERDADEIRO. ELE SEMPRE FEZ E AINDA FAZ MILAGRES!
Circular de MAIO e JUNHO 2007 Timothy Bachmann 23 Jun 2007
VOVÔ McGAIVER

Não sei se te lembras daquela série que passava na televisão há alguns anos atrás, com um personagem chamado McGaiver que sempre que se metia em alguma enrascada, conseguia safar-se fabricando até helicóptero a partir de um simples carrinho de mão. Bom, ele re-apareceu, só que desta vez aqui em Suzana, disfarçado como avô dos nossos filhos!
Foi uma alegria grande para todos nós ter meu pai, o Sr. Alan Bachmann, aqui conosco. Como ele tem muita experiência na área de rádio-comunicação, aproveitamos para aprender com ele e até gravamos alguns programas de rádio em forma de teste. Mesmo com malária nos deu aulas e acompanhou várias gravações!

Mas esse Vovô McGaiver não sossegou! Não se meteu em nenhuma encrenca, mas estava sempre consertando alguma coisa como um cabo novo para a nossa pá, uma “maçaneta” nova para nossa porta de trás, uma pintura nova para nosso quadro negro...
A simples presença do meu “velho”, como dizem aqui, foi um encorajamento muito grande para nós e uma honra muito especial para o povo felupe – muitos ficaram admirados e perguntavam várias vezes em seguida: “Esse é teu pai mesmo? Foi ele que te gerou?” E agradeciam muito sua disposição de simplesmente estar aqui entre nós.

O Vovô McGaiver também conseguiu descobrir o problema da bomba do poço que temos no quintal e a fez trabalhar de novo (à direita). Na expectativa de receber o carro novo que Deus nos deu mas que ainda está na alfândega (pode orar!), ele fabricou um portão novo e deixou todo o material pronto para fazer uma nova cobertura para a “garagem”. Achas pouco? Pois ainda deixou um laptop para as crianças, uma câmera digital e várias outras coisas, usadas mas em excelente estado, muito úteis para nossa casa e para o ministério.
E você, jovem saudável e inteligente? O que esperas para visitar um campo missionário, ajudar algum obreiro velho sobrecarregado como eu, enrolado com mil tarefas? Hein? Se ainda tinhas alguma desculpa para não se envolver na obra missionária de forma prática, agora não tens mais! Fica para todos nós o exemplo do Sr. Alan: Que Deus renove suas forças para continuar a serví-lO e que Deus te incomode a serví-lO mais!
No amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a Redenção das nações,
Timóteo pela família Bachmann









http://www.uniaonet.com/bachmann.htm
PODE ORAR!! Amado intercessor, nosso tão esperado carrinho já está quase para sair, estamos já nas últimas dores do parto. Já pagamos as taxas do despacho da alfândega, mas está um pouco enrolado e agora disseram que o contentor do carro está no meio de muitos outros e como o guindaste do porto não está funcionando, vão pedir ao maquinista da empresa à qual pertence o contentor que o remova para que, paga a taxa do porto, possamos retirar o carro. Temos esperado muito por ele, tenho vindo a Bissau muitas vezes e "perdido" muito tempo indo e vindo do escritório do despachante, pedimos a Deus que faça o carro sair logo. Eu e minha família viemos à cidade para participar de uma conferência missionária de uma Igreja daqui da capital e também para prestigiarmos o casamento do primeiro pastor Jola-Felupe: Pr. Raimundo Djemme, um dos integrantes da nossa equipe de tradução (nosso ex-estagiário). Queremos muito voltar a Suzana, nossa casa, aos nossos irmãos em Cristo e ao trabalho, mas precisamos do carro, peça a Deus que ele saia até amanhã! No amor de Cristo, com muita gratidão, Timóteo pela família Bachmann (04/07/07)
13 Jul 2007
EMITAY YOYU BÓ KAŊ !!



Sim, graças a Deus o carro finalmente saiu segunda passada do porto de Bissau! Aleluia! Bendito seja o nome do nosso Deus e Pai!
Muitas graças damos a Deus por mais esta vitória tremenda que Ele nos deu! A cada momento de cada dia tenho repetido até em voz alta a todos que contemplam esta benção maravilhosa: Emitay jirejif ! (Graças a Deus) Emitay jirejif, jirejif, jirejif !!
Amado irmão em Cristo, pode às vezes não parecer, mas EMITAY YOYU BÓ KAŊ!! (Deus está mesmo lá) Para nós o carro demorou sair, mas na eternidade saberemos porque chegou agora e não antes nem depois. Ansiávamos tanto tê-lo mas Deus nos supriu no Seu devido tempo. Vale a pena confiar somente nÊle e esperar nÊle para nos suprir o que Ele sabe ser melhor. Por isso gosto desse ditado freqüentemente usado pelos felupes: “Emitay yoyu bó”! Acho que Francis Schaeffer (renomado teólogo contemporâneo) também teria gostado de conhecer os felupes e este ditado popular deles, pois é justamente esse o título do livro dele traduzido pela ABU intitulado “O Deus que Intervém” (The God Who is There).
Amado, nosso Deus “está lá”, inabalavelmente para sempre, e assim defende seus filhos e supre sempre as necessidades de seus servos! Aleluia! Deus, obrigado!




Amado, com toda a alegria que temos com o carro novo, que será uma ferramenta tremenda e muito útil em nosso ministério, temos sentido a perseguição mais forte do inimigo durante as últimas semanas através daquele rapaz chamado Cankola, pelo qual pedimos orações. Ele chegou a entrar em nosso quintal de madrugada duas vezes, vindo até a varanda e tendo que ser expulso à força. Em parte devido a isso, e em parte devido a perturbação espiritual, em algumas noites não temos dormido bem... Sabemos que estamos seguros nas mãos de Deus, mas pedimos orações por um repouso noturno tranqüilo e revigorador.
Também pedimos orações pelo nosso irmão Marcelino e sua esposa Clementina: recentemente ela deu à luz um menino, mas infelizmente nasceu morto. Que Deus os conforte e os fortaleça e lhes dê sabedoria diante dos palpites dos familiares e vizinhos lhes tentando convencer que isso ocorreu porque se recusam a fazer os “devidos” rituais aos espíritos malignos.
Não cansamos de agradecer a Deus por tua vida e teu envolvimento nessa obra!
MUITO obrigado por tua valiosa participação! MUITO obrigado por tuas orações! MUITO obrigado!
No amor de Cristo, pela causa do Mestre,
Timóteo e família
Separados fisicamente...
Avanilde Bachmann

É muito difícil aceitar a morte, especialmente quando se trata da vida de alguém muito querida, muito amada e muito especial como a nossa querida Rosa.
Para aqueles que não a conheciam ou não se lembram, ela é uma irmã da nossa Igreja em Suzana, a qual conhecemos desde 2003, em Bissau, onde ela estava fazendo tratamento para lepra (hanseníase). Começamos a apoiá-la em seu tratamento, pessoalmente e como missão também, e os irmãos da igreja sempre orando por ela. Depois ela foi a Ziguinchor (cidadezinha no sul do Senegal) onde procurou e encontrou tratamento que realmente começou a fazer efeito. Continuamos a apoiá-la e ela continuou firme na igreja, participando da igreja evangélica de lá, inclusive tomando o batismo.
Este ano mesmo chegamos a compartilhar um pouco sobre a vida dela, contando que após esse tempo todo, ela já estava curada da doença. Apenas tinha a saúde um pouco fraca e sofria com gastrite. Assim voltou ao nosso convívio, saindo de sua aldeia (Erame), andando uns 4 kms cada fim de semana para vir participar conosco dos cultos. Quando nossa colega Luzinete começou a ter encontros aos sábados com moças, ela também vinha participar sempre. Muitas vezes a levamos de volta para não ter que andar aquilo tudo de novo.
Sempre que vinha para Suzana hospedava-se em nossa casa, sempre muito firme em Cristo, muito convicta da fé que abraçou, um testemunho exemplar da vida cristã. Mais de uma vez ela pediu oração em pleno culto com todos os irmãos reunidos, confessando ter ofendido um vizinho, ou algo assim. Mesmo diante de perseguição e pressão na família por ser cristã, manteve-se firme.
Mesmo com as mãos deformadas pela lepra, aprendeu com a Luzinete a fazer pulseiras com miçangas junto com as moças do grupo de estudo bíblico. Com jeito para vendas, trabalhou com afinco para vender as roupas usadas que conseguimos para ela conseguir renda. Por isso é que tínhamos um plano para ajudá-la através de doadores, visando construir uma casa com loja, para ela poder sustentar-se e ajudar seus pais, de idade. Isso porque devido à sua falta de saúde e condição física, não podia ajudar a família na lavoura.
Mas de forma muito súbita, Deus a tomou para si. Não queixou-se de nada no dia em que a deixamos de volta em casa, quarta passada, mas à noite teve fortes dores no peito e agonia. De manhã cedo, logo antes de falecer, disse à sua mãe: "Olha aí, Jesus veio me buscar, não estás lhe vendo?" Sua mãe respondeu: "Não estou o vendo, mas, se estás pronta para ir com ele, vá minha filha". Simplesmente não conseguimos entender porque ela, porque agora, e a dor da separação é muito grande, todos choramos muito, mas cremos que Deus tinha outros planos para ela, certamente muito melhores.
Rosa Sanha nos deixou um testemunho muito bonito mas muitas saudades também.. 02/08/07
28/08/2007 Circular de Agosto dos Bachmanns
BUROKABU BATA EMITAY
(Lavoura de Deus)
Amado intercessor, Kasuumay!
Como já deves saber, estamos em plena estação das chuvas na Guiné Bissau. Todos os guineenses que vivem nos interiores do país aproveitam para lavrar a terra, seja o mato onde precisam primeiro fazer o roçado, sejam as "bulanhas" (arrozais) as quais precisam ficar alagadas com as águas da chuva para que o arroz tenha umidade suficiente até um mês depois que as chuvas acabam.
Nós os crentes nesta região do povo felupe, das aldeias de Suzana, Edjim, Budjim e Elhálab também estamos em plena lavoura. Estamos aproveitando a volta dos estudantes a esta região para lavrarem com suas famílias na roça e nos arrozais. Enquanto estavam estudando em Bissau se reuniam e começaram a sonhar com a possibilidade de evangelizar outras aldeias usando o carro novo que viria e poder passar algum filme evangelístico. Deus me deu o mesmo sonho e graças a Ele (e à tua intercessão) isso está se concretizando. Deus nos deu o mesmo plano, que é de aproveitar os dias de descanso dos felupes para encontrá-los em suas casas. A cada seis dias eles não podem lavrar, podem apenas fazer outros serviços na casa ou no quintal, em temor ao poder que é dado ao sacerdote principal da aldeia.
No mês de agosto (que não é mês de desgosto, mas de alegria para mim e os meus em meu aniversário - Obrigado a cada um que me escreveu!), houve 5 dias de descanso dos felupes, mas em apenas quatro deles pudemos ir a quatro aldeias diferentes, algumas que eu nem conhecia direito ainda, nem mesmo muitos dos irmãos felupes. Foram as aldeias de Katon, Edjaten, Bulhol e Kassolol onde fomos lavrar e semear no Burokabu bata Emitay, entrando em cada casa, explanando o evangelho em felupe, a língua do povo e à noite passando o filme Paixão de Cristo de Mel Gibson, ao mesmo tempo sendo narrado e explicado em felupe por um dos irmãos, organizados por eles mesmos em equipes.
Contando a outros irmãos felupes sobre o trabalho, alguém me perguntou quanto a decisões por Cristo e eu respondi perguntando se no mesmo dia em que eles vão lavrar, já trazem os feixes de arroz maduro, ao que responderam que não, esperam até que ele cresça e esteja maduro para quebrá-lo e trazê-lo à casa. Então eu disse que assim também esperamos que Deus faça germinar a semente de Sua Palavra nos seus corações e em breve possamos colher muitos frutos. No mês de setembro Tino, Ampa Januba e eu estaremos fora daqui no Seminário de Tradução e por isso não poderemos continuar evangelizando em aldeias distantes com o carro, projetor e filme, mas esperamos que os irmãos continuem no Burokabu bata Emitay em suas próprias aldeias ou aldeias vizinhas...
O que mais me alegrou neste período foi ver os próprios irmãos evangelizando na sua própria língua, às vezes lendo trechos do livro que temos traduzido, sem eu ter que dizer nada, apenas dirigir o carro e montar o equipamento com a ajuda deles. Graças à tradução da Bíblia, estão aprendendo a usar os termos corretos para 'pecado', 'perdão', 'Satanás', 'reino de Deus', 'Boas Novas e outros termos importantes para a compreensão do Evangelho.
A grande tristeza e dificuldade que mais uma vez enfrentamos sem conseguir entender o porquê da permissão de Deus foi a partida da nossa colega Luzinete por causa do agravamento extremo de sua saúde, obrigando-a a sair para procurar exames mais profundos e melhores condições de tratamento. Se já estávamos sobrecarregados de trabalho mesmo tendo ela aqui ajudando, quanto mais agora, sem sua ajuda. Mas é claro que nós mesmos a apoiamos em sua saída, para seu próprio bem. Quanto ao ministério e falta de obreiros, o problema é de Deus, pois Ele é o Senhor da sua lavoura e da Sua Seara.
Irmão, ajude-nos em oração. Que Deus em Sua infinita graça e bondade te recompense!!
No amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a redenção das Nações,
Timóteo e família Bachman
Timothy Bachmann _ 01/10/2007 Circular de Setembro dos Bachmanns
MOTIVOS DE LOUVOR
Louvemos a Deus pela resposta de oração que tem sido o Pr. Fona, um pastor guineense que conhece bem a física e a química. Ele foi "descoberto" pela Tia Arlinda (a dentista da nossa missão) que nos contou da possibilidade de ajudar nossa filha Agnes nestas disciplinas tão difíceis. Ela completou duas semanas que lá em Gabú, no outro extremo da Guiné Bissau hospedada com a Tia Arlinda, sendo ajudada pelo pastor abençoado nas ciências exatas.
OBRIGADO TIA, OBRIGADO SENHOR!
Louvemos a Deus pelo bom desfecho do IV Seminário de Tradução do Projeto LUCAS, novamente em Lendem, no Centro Evangélico de Tradução. Conseguimos acrescentar mais algumas porções do evangelho de Lucas, agora temos um livro um pouco mais completo para usar na igreja felupe, graças a Deus.
OBRIGADO PESSOAL DA S.I.L. E A.L.E.M., OBRIGADO SENHOR!
Louvemos a Deus pela vinda do estagiário Daniel, sua esposa Deuza e seus filhos Josué, Micrela e Ezequiel. Como todo estagiário do Instituto Bíblico da Guiné Bissau que já veio traballhar conosco, ele é segundo-anista e estará conosco durante um ano, isto é, até o fim de agosto de 2008. Graças a Deus que são dispostos e diligentes, gente de oração. Seus filhos já adoeceram, mas não se afligiram, seus filhos melhoraram e mostraram determinação de ir em frente.
OBRIGADO PESSOAL DO INSTITUTO, OBRIGADO SENHOR!
PEDIDOS DE ORAÇÃO
PEÇA a DEUS que especialmente a Agnes consiga vencer estas disciplinas difíceis e vença também o mal-estar por estar atrasada no calendário de entrega de provas modulares e que nossos três filhos consigam terminar o ano com bom aproveitamento.
Mesmo que neste seminário de tradução conseguimos produzir mais, o período anterior teve vários fatores que nos impediram de traduzir o quanto devíamos, por isso nos faltam bastante capítulos para podermos pelo menos preparar as falas para o filme JESUS no próximo ano. PEÇA a DEUS que consigamos vencer os muitos imprevistos e atingirmos o alvo que temos até fevereiro de 2008.
PEÇA a DEUS que este estagiário e sua família consigam adaptar-se bem à realidade desta terra dos felupes (eles são de outra etnia da Guiné Bissau), tenham sempre saúde e nos ajudem na edificação da igreja felupe nesta área, continuando e intensificando a visão e prática do discipulado no seio da igreja, para que ela seja também igreja de oração, que seja também igreja missionária, pronta para alcançar outros povos.
Todos os jovens crentes da região de Suzana, os que já passaram para a 7@ série, estarão, até o fim de outubro, indo às cidades para estudarem porque as escolas daqui só tem professores para lecionarem até a 6@ série. PEÇA a DEUS que se mantenham firmes nos caminhos do Senhor e estudem direito, com responsabilidade.
No amor de Jesus, pela causa do Mestre, visando a redenção das nações,
Timóteo e família
11/10/2007 Circular de Outubro dos Bachmanns
(MAIS) MOTIVOS DE LOUVOR

Louvemos a Deus pela benção tremenda que é mais uma vez ter o programa de rádio Elobay yata Emitay (Palavra de Deus) no ar em terras felupes! Só que agora está muito melhor porque não somos nós que o produzimos, ele é produzido e gravado pelos próprios irmãos felupes, e irradiado a partir de uma FM local, comunitária. A esta altura, três programas já saíram, em dois dos quais simularam entrevistas como se um deles fosse ainda descrente, tirando várias dúvidas que o povo tem em relação ao "caminho da AMIDE" , ao que respondem que este "caminho" em que estamos não é nem da AMIDE nem do Timóteo e nem de mais ninguém, mas de Deus. Isso tudo à maneira deles, no linguajar deles, sendo às vezes engraçado e atraindo muito os ouvintes. Graças a Deus e ao meu pai que nos veio ensinar mais sobre rádio...

Louvemos a Deus mais uma vez pela benção tremenda que é o carro que temos pois sempre que precisamos viajar ou visitar os irmãos em outra aldeia, como por exemplo nos dias da festa da Independência da GB no final de setembro em Edjim quando os irmãos realizaram um mini-acampamento, ou para ir àquela mesma aldeia para socorrer um rapaz de madrugada em agonia de morte por causa de ataque de malária, este carro enfrenta qualquer lamaceira ou areal ou lagoinha, sem reclamar nem chiar, graças a Deus e a cada um que contribuiu para esse fim!
(MAIS) PEDIDOS DE ORAÇÃO
Peça a Deus que a chuva continue ainda a cair com abundância até o final do seu período que é o fim de outubro, para que os arrozais do povo estejam cheios de água e depois que a seca chegar fiquem úmidos até o seu arroz ficar pronto para colher.
Peça a Deus que o Programa Elobay yata Emitay vá ao ar sempre direito (ás vezes há problemas técnicos) e que os irmãos tenham sabedoria e direção de Deus para produzi-lo, alcançando os corações dos ouvintes, trazendo muitos aos pés de Cristo.
Peça a Deus pela vida do Armando, nosso irmão de Budjim, pois é o único crente adulto em sua aldeia e por isso sente falta de um irmão em Cristo para fazer discipulado. Ele tem sofrido muito com a perseguição imposta por seus vizinhos que lhe provocam e lhe tentam a ficar com raiva, de muitas maneiras. Ore por ele pedindo a Deus que perdoe e ame seus vizinhos e os ganhe para Cristo através de sua paciência e disposição de sofrer prejuízo.
Peça a Deus pela vida de todos os líderes e/ou tradutores, para que estejam seriamente engajados no discipulado e evangelismo pessoal: Marcelino (por sua família, pelo envolvimento da esposa Clementina no discipulado e na igreja e pelo tratamento dela, para que tenham outro filho sem complicações), Armando (veja acima), Tcherno (por sua esposa Nina, para que ela tome decisão verdadeira por Cristo e que se torne fértil e tenham o filho que tanto desejam), Tino (por seus estudos e sua família que ainda não conhece a Cristo), Ampa Januba (por sua família, para que sejam todos transformados em seu comportamento, sejam mais trabalhadores e estudiosos e assim ganhem outros para Cristo), Mário Sungú (por sua família, pelo envolvimento da esposa Florença no discipulado e na igreja), Gabriel (pelos seus estudos preparando para ir um dia ao Instituto Bíblico, pelo crescimento espiritual e formação de sua esposa Awa, pelos seus filhos).
Muito gratos a Deus por tua vida e envolvimento em nossas vidas e ministério,
Timóteo pela família Bachmann
07/11/2007 Circular de Novembro dos Bachmanns

MOTIVOS DE LOUVOR



Louvamos a Deus pela oportunidade que teremos de estar de volta no Brasil, a partir de meados de dezembro, para rever muitos amados irmãos e igrejas queridas, para agradecer aos que estão empenhados na intercessão por nós e para prestar contas do nosso trabalho e relatar as muitas maneiras que temos sido abençoados no meio desse povo para onde Deus nos trouxe.
Louvamos a Deus pelo desenvolvimento do grupo de moças de Suzana, resposta de oração dos rapazes que pediam a Deus por mais moças crentes. Duas que estavam na Gâmbia (Antijoy e Helena) estão de volta e uma outra de Budjim que está em Suzana no momento (Jayó), aumentaram o número de participantes e a alegria delas. Elas todas, junto com nossas filhas Agnes e Melissa, se encontram aos sábados para estudo bíblico e nos domingos para fazer pulseiras (nossa colega Luzinete as ensinou) e estão continuando os encontros de duas em duas para oração entre elas.
PEDIDOS DE ORAÇÃO
Peçamos a Deus por nossa viagem ao Brasil e por todo o período de divulgação. Ainda não temos o dinheiro para as passagens, mas sabemos que Deus vai suprir. Peça a Deus que consigamos deixar todas nossas coisas aqui bem guardadas, sem atropelos, e o trabalho bem encaminhado.
Peçamos a Deus pela família do Daniel e Deusa e filhos. Ele vai ficar coordenando o discipulado e ensinamento dos líderes nas aldeias. A Deusa também está bastante ativa no discipulado com as mulheres crentes de Edjim e Elalab. Ambos tem se mostrado muito dedicados, maduros e responsáveis no trabalho.
Peçamos a Deus pelos estudantes da Igreja Evangélica de Suzana. Quase todos, uns 25, têm que sair para estudar em outras cidades porque em Suzana só existe até a 6a série. Peça a Deus que permaneçam firmes nos caminhos do Senhor, que estudem com responsabilidade e que voltem no tempo das chuvas para ajudarem suas famílias.
Peçamos a Deus pela escola dos nossos filhos. O Arthur já está de férias, que se cuidem os esquilos e ratos do mato. Mas a Melissa e especialmente a Agnes têm ainda vários fascículos e provas por fazer. Peça a Deus que lhes dê perseverança e muita inteligência, pois ela têm sido benção grande em nosso ministério.
Queremos aproveitar bem o tempo em Natal (RN), no período de Natal e Ano Novo (até o fim de janeiro) e o resto do período (ano de 2008) no Centro-Oeste. Por isso pedimos que os irmãos que desejarem nossa presença em sua igreja nos convidem com bastante antecedência, para evitar que fiquemos desocupados no primeiros meses e atarefados demais nas últimas semanas antes da volta à Guiné Bissau, sem mesmo poder atender a todos os convites...
No amor de Cristo, com muita gratidão a Deus por tua vida,
Timóteo pela família Bachmann
17/12/2007 Circular de Dezembro dos Bachmanns
COMBATENTES 1/2 COMBALIDOS

ALÔ, ALÔ, AQUI É A RÁDIO CIPÓ DAS SELVAS!
E ATENÇÃO PARA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS:

Parte de um batalhão dos Exércitos do Deus Vivo está em retirada temporária do seu campo de batalha. Trata-se de apenas dois adultos e, por incrível que pareça, três adolescentes, lotados na área de Suzana, no noroeste da Guiné Bissau, um pequeno país da África Ocidental. Após quase três anos de lutas intensas em sua missão naquela região, e sofrerem várias enfermidades, estarão de "licença" por um ano para passarem nos vários quartéis do Brasil que lhes servem de retaguarda. Segundo o que as fontes nos informam, um dos adultos está precisando submeter-se a outra cirurgia e ambos precisam de novas lentes para seus óculos. Os adolescentes precisam continuar seus estudos na escola, e todos precisam renovar suas forças físicas.

AMADO COLEGA: MUITO obrigado por tua fidelidade em todo esse tempo orando por nós fielmente, pedindo sempre a Deus, mantendo-se na "brecha" a nosso favor...

RESPOSTAS DE ORAÇÃO
Agradecemos as orações pelos estudos dos nossos filhos. Até o final de novembro, também a Melissa e depois a Agnes conseguiram concluir seus módulos e provas finais. Agora aguardamos os resultados, crendo em Deus que serão positivos, graças à ajuda valiosíssima e indispensável da missionária Graça, de Natal, uma verdadeira prova da graça de Deus em nossas vidas.

Agradecemos as orações por nossos preparativos para a viagem. Sem dúvida foi bem cansativo, mas graças a Deus que conseguimos deixar nossas coisas bem organizadas e guardadas, e principalmente deixar o ministério bem encaminhado nas mãos do estagiário Daniel.

Agradecemos as orações por nossa viagem até o Brasil! Chegamos ontem, graças a Deus em paz, sem problemas, sem ter que pernoitar no caminho e sem perder as malas! Neste momento estamos em Fortaleza, visitando um dos "quartéis" que nos serve de retaguarda, para agradecer e desafiar os que tem nos apoiado...


PEDIDOS DE ORAÇÃO
Ainda não sabemos se entraram suficientes ofertas específicas para nossa viagem. Nossas passagens foram pagas em parte com empréstimo, por isso agradecemos a todos que ofertaram e pedimos que orem para que Deus supra mais para completar as passagens e também para as outras viagens: de Fortaleza a Natal e depois, dia 14 de janeiro, de Natal a Anápolis.
Peçamos a Deus que os irmãos da liderança da igreja felupe, sob coordenação do estagiário Daniel, abracem o trabalho ainda mais, lutando de todas as formas para manter o desenvolvimento do discipulado e o crescimento dos irmãos, apesar de nossa ausência. Aliás, esperamos que justamente nossa ausência contribua para que isso aconteça.
Peçamos a Deus que os irmãos da igreja felupe estejam prontos para apoiar a equipe da Igreja de Míssira (uma igreja da capital Bissau) que estará com eles neste final de ano para evangelizarem juntos com eles nas aldeias. Ore para que os irmãos que estão fora (estudando nas cidades), consigam voltar nesse período de mini-férias e assim todos estejam engajados, contribuindo de todas as formas possíveis.
Muito, muito gratos, no amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a redenção das nações.
Timóteo, pela família Bachmann
CIRCULAR DE JANEIRO
DOS BACHMANNS
MOTIVOS DE LOUVOR

Graças a Deus , já estamos em Anápolis, na casa dos pais do Timóteo. Mas, louvamos a Deus pelas três semanas em Natal (RN) visitando várias igrejas e especialmente a nossa igreja enviadora, a Batista Filadélfia, nas casas dos irmãos, algumas vezes na praia, descansando nas varandas, apanhando a brisa do mar, foi maravilhoso! Ao lado, um momento de descontração num restaurante típico do nordeste...

Graças a Deus a Agnes, que estava em suspense, passou de ano!!! Também a Melissa e o Arthur, todos com boas notas. Estão conosco, com saudades dos amigos e da Guiné Bissau, mas muito felizes de estarmos com os avós deles, poderem rever outros amigos e retornar a uma escola “normal”.
Graças a Deus conseguimos uma casa de missionários para alugar, casa boa para onde devemos nos “mudar” em uma semana, com quase todos os móveis e ainda perto do colégio Couto Magalhães, onde nossos filhos já estão matriculados. Além disso, eu e Van fizemos exame de vista e já conseguimos óculos novos, graças a Deus...
PEDIDOS DE ORAÇÃO
Ore pela viagem do TIM à Guiné para o Seminário de Tradução. Como sempre em fevereiro e setembro de cada ano, eu e a equipe de tradutores felupes nos encontramos em Lendem (uma vila em Guiné Bissau) onde continuamos o trabalho de tradução, verificando os textos junto com os consultores que saem do Brasil para nos ajudar. Para isso deixarei a família aqui em Anápolis e estarei lá durante todo o mês de fevereiro. Após o Seminário (de 3 semanas) vou aproveitar para estar com nossos irmãos felupes em Suzana e nas outras aldeias e para acompanhar o trabalho do estagiário Daniel.
Pedimos oração pela aquisição do material didático e livros escolares para os nossos filhos. Estão muito caros, mas já conseguimos vários deles usados numa livraria de Anápolis. Ore também para que consigamos uma geladeira e máquina de lavar roupa, mesmo usados, para a “nova” casa e também os objetos de uso pessoal.
Um de nossos mantenedores nos ajudou “demais” pagando nossas passagens da África até Fortaleza. Já restituímos uma parte com o que nos foi ofertado além do que recebemos normalmente, pelo que agradecemos MUITO a Deus e aos que Ele quis usar. Gostaríamos de restituir um pouco mais. Se alguém mais quiser ser usado por Deus nesse sentido, conte-nos.
No amor de Cristo, com MUITA gratidão por tua vida, apoio e intercessão,
Timóteo pela família BACHMANN
03/03/2008 _ Circular de Fevereiro
KÂSUUMAYAKU KEB!!
Era só o que eu ouvia quando cheguei em Suzana e perguntava como estavam: "Só na paz!". Graças a Deus, encontrei nosso sirmãos em Cristo e amigos bem, e a viagem correu muito bem! MUITO obrigado por tua fiel intercessão a nosso favor.
Primeiro fiquei por três semanas no local do Seminário (oficina) de Tradução do Projeto LUCAS, que desta vez correu bem melhor, com poucos contratempos. O melhor de tudo é que conseguimos terminar de traduzir (em equipe) todos os textos de onde serão extraídas as falas para o filme JESUS, graças a Deus! Temos ainda dois seminários onde prepararemos essas falas, a introdução e a conclusão do filme. Ao mesmo tempo queremos continuar traduzindo outros capítulos de Lucas para publicarmos o livro completo, daqui a um ano, talvez.

Depois, em Suzana mesmo, fui recebido com muita alegria pelos irmãos que me haviam preparado um surpresa: rosquinhas e suco de "onjo", uma delícia! São poucos irmãos agora, porque a maioria está fora, nas cidades, estudando. Mas estão firmes, juntos, servindo a Deus de várias formas sob a direção do nosso amado estagiário Daniel e sua esposa Deusa. Fiquei muito contente em ver a continuada disposição dele e dela de levarem o trabalho à frente, fazendo escalas de visitas e pregações dos irmãos nas várias aldeias, por exemplo, idéia que eu nunca tive, e o que estão todos fazendo alegremente.
Ele é muito determinado e disposto a servir a Deus entre os felupes, fazendo todo o esforço de ensiná-los a "andar com os próprios pés", evitando de fazer por eles o que podem fazer por sí próprios para que possam assumir o trabalho um dia. Fazem discipulado entre todos, dão tarefas aos jovens e aos líderes especialmente, procurando formá-los para servirem a Deus.

Ele organizou junto com os líderes um encontro onde eu poderia finalmente lhes dar, de forma mais intensiva, um treinamento que muitas vezes teve que ser adiado por causa deles mesmo. Foram dois dias e meio na aldeia de Elhalab, ensinando-os sobre as funções de liderança bíblica. Foi muito proveitoso também para a comunhão, oração e intercessão, planejamento ministerial e debate sobre questões culturais, com conclusões definidas e maduras. Correu tão bem que nem acredito, só pode ser que houve muita intercessão específica a nosso favor.

Nos últimos dias antes da minha volta ao Brasil na sexta dia 29, tive mais tempo com o Daniel repassando as questões do seu estágio e conseguimos também, graças a Deus e graças à fidelidade das Igrejas que sustentam este projeto, deixar os fundos para a arrancada da formação dos blocos de cimento para depois construir salas para a Igreja Evangélica de Suzana. Os próprios irmãos é que vão administrar todo o trabalho junto com o Daniel, o que me faz crer que é melhor não estarmos lá neste momento para que assumam o trabalho e "se virem" para lutar pelo que é mesmo deles.
Apesar de toda a ajuda de fora, eles também estão arrecadando fundos para certas despesas da obra e trazendo do mato as toras de palmeira que são rachadas e servirão de vigas. Queremos que eles mesmos lutem para construir, com seu próprio suor, algo que valorizem e cuidem.

Agradeçam a Deus por tantas bênçãos contadas e peçam a Deus junto conosco por tantas necessidades claramente vistas acima em relação ao estagiário, aos líderes e Igreja felupe, e à tradução do livro de Lucas. MUITO obrigado, e que somente Deus te recompense ricamente.

No amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a redenção das nações…
Timóteo pela família BACHMANN
28/03/2008 Circular de Março dos Bachmanns
Amado colega, Kâsuumay!
MOTIVOS DE LOUVOR
Graças a Deus nosso irmão Daniel, o estagiário, tem ligado para nos contar como vai o trabalho, como estão os irmãos. Graças a Deus alguns que estavam enfermos quando saí no final de fevereiro estão melhores, mas podemos continuar a orar para que Mário Sungu e uma jovem chamada Marie possam ficar completamente sãos.
Quando estive lhes visitando em fevereiro, fiquei muito contente em ver que haviam conseguido comprar (com fundos do Projeto) e levar até o terreno da Igreja um contentor que será muito útil para a construção, como depósito de material e ferramentas. Agora, há poucos dias atrás, ficamos muito felizes em saber que já conseguiram cobrir o contentor (para evitar danos devidos ao forte sereno dessa época) com uma parte da folhas de zinco que já estavam compradas e com parte das rachaduras de palmeira que eles mesmos já haviam tirado do mato no ano passado.

Louvamos a Deus pelas bênçãos maravilhosas que ele continua a derramar sobre nós através de muitos irmãos, nos suprindo até mesmo as despesas que nem imaginávamos que teríamos. Mas é esse o nosso Deus, que nos ama profundamente, conhece profundamente nossas vidas e supre abundantemente as nossas necessidades, para poder abençoar a outros ainda!
PEDIDOS DE ORAÇÃO
Oremos pelos líderes, para que aproveitem a presença do estagiário que quer muito investir na vida deles e lhes ensinar, lhes preparar para exercerem suas funções conforme estudamos juntos em fevereiro, no treinamento que lhes dei sobre liderança. Peça a Deus que assumam mesmo seu papel e tomem o trabalho com "as duas mãos", como eles dizem, para: a) caprichar na tradução dos trechos de Lucas que lhes foram dados e usem os textos já traduzidos em seus estudos bíblicos; b) esmerem-se em fazer discípulos, como eles têm sido feitos; e c) animem e mobilizem os irmãos para esforçarem-se juntos para conseguir mais rachaduras de palmeira para a construção e contribuam para cobrir as despesas da mesma.

Oremos pelo nosso estagiário Daniel e sua família, pela sua saúde. A sua esposa Deusa às vezes sofre com um fungo em um dos dedos da mão, até agora sem cura, apesar de muitos tratamentos. Seu filhinho Ezequiel terá que ir à capital Bissau amanhã com sua mãe para remover uma pequena anormalidade na língua. Peça a Deus que o Daniel tenha muita coragem, determinação e amor para continuar em frente, levando o trabalho adiante quase sozinho. Peça a Deus que os irmãos da igreja da capital, Igreja Evangélica de Míssira, continuem a lhe visitar periodicamente.

Ore por nossos filhos, com alguma dificuldade na escola devido à diferença entre o currículo da escola de onde recebiam as apostilas no Rio de Janeiro, que Deus dê direção e discernimento à Agnes, no último ano do Ensino Médio, em relação ao futuro.
Peça a Deus que abra as portas para que eu (Timóteo) consiga marcar outra cirurgia de hérnia inguinal (agora do lado direito) e tenhamos condições de pagar as despesas hospitalares. Gostaria de me submeter a ela o quanto antes, mas que Deus nos mostre o Seu tempo e o Seu modo.
MUITO gratos, no amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a Redenção das nações,
Timóteo pela família Bachmann
17/04/2008 - CIRCULAR DE ABRIL DOS BACHMANNS
MOTIVOS DE LOUVOR
Louvamos a Deus pela benção de conseguir fazer as consultas ao cardiologista e ao cirurgião, e pelos resultados das análises de sangue e do coração, indicando que está tudo bem e sem problemas para a cirurgia, graças a Deus. Também agradecemos a Deus pela ajuda do Hospital Evangélico de Anápolis, cobrando apenas o preço de convênio pela cirurgia, como se tivéssemos plano de saúde.
Louvamos a Deus por Sua fidelidade em nos sustentar nesse período no Brasil, quando temos muito mais despesas e gastos do que teríamos se estivéssemos no campo, inclusive por causa de várias consultas para fazer exames de prevenção, tanto os meus, quanto os da Avanilde e das crianças. Agradecemos a Deus também pela benção de uma ortodontista de Anápolis, irmã em Cristo, que vai continuar o tratamento ortodôntico da Melissa por um valor muito baixo.

PEDIDOS DE ORAÇÃO
ORE por minha cirurgia de hérnia inguinal: médicos e enfermeiras, procedimentos, cicatrização, pós operatório, etc., colocando-os todos diante de Deus, para que seja Ele o Cirurgião Mestre, o Médico dos Médicos... Peça a Deus que supra os recursos através de quem Ele quiser, para pagar a cirurgia, orçada em 1800 reais, incluindo tudo...
Continue orando pelo estagiário Daniel, para que tenha forças para treinar os líderes e estimular os irmãos da Igreja na região de Suzana no trabalho de formar os blocos de cimento para a construção das salas para estudos e reuniões.
Continue pedindo a Deus pelos tradutores felupes que ainda tem vários textos para traduzir até setembro. Ore também pelos líderes da Igreja na região de Suzana, para que continuem e desenvolvam o discipulado entre os irmãos.
Peça a Deus por Sua direção e provisão para uma possível viagem minha à Guiné Bissau, por duas semanas apenas, para acompanhar o trabalho do estagiário Daniel, no campo do Projeto Felupe e para acompanhar e ajudar a equipe de tradução. Precisa ser nas primeiras duas semanas de junho, senão não vale a pena ir, pois já está certa a minha ida no final de agosto para o Seminário de Tradução, cuja despesa já está coberta pelo Projeto LUCAS.
- - -
Vejam os e_mails de toda nossa família, caso queira escrever diretamente para um deles.
Avanilde: , Agnes: , Melissa: Arthur:
O vídeo clip que preparamos e usamos em nossa divulgação nas Igrejas é um pouco pesado demais para ser enviado por e-mail, mas está à disposição na Internet: www.youtube.com/watch?v=-7ygiX2iBQw

Atendendo a pedidos, informamos novamente nossas contas bancárias, caso alguém queira nos abençoar:

Titular: Timothy Jon Bachmann
Conta Poupança do Banco do Brasil: 16.805-X Ag. 1004-9
Conta Corrente do Bradesco: 81.434-2 Ag. 321-2
MUITO gratos, escrevemos no amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a redenção das nações...
25/04/2008 _ Mini-Circular dos Bachmanns
Caro colega, graça e paz!
Graças a Deus a minha cirurgia de hérnia inguinal na terça de manhã cedo correu bem, logo ás onze já estava no meu leito, numa enfermaria do Hospital Evangélico de Anápolis. Passei o dia e a noite lá, tive o incômodo da dificuldade de urinar por causa da anestesia, como da outra vez, mas logo na quarta de manhã começou a normalizar e por volta das onze da manhã, tive alta e pude ir p'ra casa, onde estou me recuperando bem, graças a Deus.
Agradecemos demais a Deus pela benção de uma oferta que cobriu todo o valor da cirurgia e internação, que acabou sendo de "apenas" 1700 reais... Também para as consultas e exames preparando para a cirurgia e as consultas e exames das "crianças " e da Van, todos de check-up simples, Deus tem suprido fielmente, é claro!
Também nos alegramos muito com a benção da presença da minha sogra, a dona Josefa, mulher de oração, nos ajudando de muitas formas em casa, deixando a Van livre para resolver muitas coisas na rua por mim...
Louvamos a Deus demais pelo livramento tremendo que Ele concedeu ao meu irmão Daví e minha cunhada Aldenora, que estavam visitando o campo onde estiveram por alguns anos, em Fortaleza. Sofreram um assalto de madrugada, eram 5 bandidos, atiraram duas vezes nêle, mas escapou com vida e estão bem...
Através de uma cirurgia, do perigo de um assalto, e de outras formas, Deus não nos deixa esquecer o quanto somos frágeis e dependentes dÊle. Por isso, "trabalhemos enquanto é dia, pois logo vem a noite, quando não poderemos mais".
MUITO obrigado por tua intercessão fiel e orações a nosso favor!
Timóteo pela família Bachmann

Sonho ou Realidade?
(Depende da sua fé!)
Como gosto de sonhar, gostaria demais de participar um dia de uma conferência missionária bem diferente, onde ao invés de ter que fazer várias preleções, apenas se compartilha sobre o ministério informalmente em grupos familiares...
Onde se ganha um passeio de um dia inteiro nas atrações turísticas naturais da região! Onde se fica hospedado com duas ou três famílias diferentes para poder conviver e compartilhar melhor sobre a vida missionária, ao invés de ficar sozinho num hotel!
Sei que parece sonhar demais, mas no último dia ganharia muitos presentes de todos os irmãos da Igreja! Será que é sonhar demais ou crer “demais” em Deus? Sonhar demais ou: Crer que Deus é Deus e que Ele faz o que quiser, e como quiser?


Seja como for, isso tudo não foi sonho, foi uma abençoada realidade! É tão inacreditável que realmente parece ter sido um sonho, mas estão aí as fotos que não nos deixam mentir! Foram dias de comunhão muito agradável com os irmãos de uma Igreja no Rio Grande do Sul.

Esses irmãos preocuparam-se em investir em nós ao invés de sugar de nós, até mesmo ao ponto de agendar um encontro com um pastor muito experiente e sua esposa, os quais nos ouviram e nos deram muitos conselhos. Dorme com essa!! Deus realmente é maravilhoso!!


Bom, depois desse “monte da transfiguração”, temos que descer e enfrentar a realidade do ministério: nesta sexta feira o Timóteo está de partida a Guiné Bissau para rever e acompanhar o trabalho do estagiário Daniel, que está cuidando da Igreja enquanto estamos no Brasil, e também para rever e acompanhar o trabalho dos tradutores.
Pedimos suas orações por essa viagem e pela Avanilde e nossos filhos que ficam. Também pedimos pelo filho do Daniel, que precisa passar por uma cirurgia na língua por causa de um furúnculo: Nem sabemos ainda onde e como será! Que Deus lhes dê direção e supra as condições!
No amor de Cristo, na causa do Mestre, visando a Redenção das Nações!
Timóteo pela família Bachmann (29/05/2008)

23 de junho de 2008 _ ENTRE DOIS MUNDOS
Asfalto, carretas, fios elétricos, viadutos, shoppings, internet, carros mil, supermercados, caixa automático, carrões importados... E em pouco mais de 24 horas, estrada de chão, picapes e caminhões, galhos e cipós da floresta, mercearias de mauritanianos, celular quase sem rede, um calor da “bixiga”, feiras de tomate e de peixe espalhados nas sombras de acácias no “centro” da aldeia...

É, eu realmente estava de volta a Suzana, nossa amada aldeia, onde estão nossos queridos amigos e irmãos em Cristo, ainda na luta de sempre contra as muito reais forças do mal, resistindo as perseguições e desgastes por terem decidido seguir e servir ao Senhor Jesus, que não lhes exige nem uma gota de sangue nem de vinho das palmeiras, mas que os ama e deles cuida fielmente, como a filhos amados que são, esperando que seus amigos também acreditem que vale a pena “abandonarem os ídolos e servirem ao Deus vivo e verdadeiro”.

A primeira coisa que vi foi ainda na estrada para Suzana, muitos caminhões levando arroz para vender e/ou trocar por castanhas de caju. Graças a Deus, nas últimas semanas os comerciantes já estavam dando até 300 francos por um kilo de castanha, ótimo preço, o que ajudou muito a população...

Chegando em Suzana, parecia uma cidadezinha com tantos carros da Cruz Vermelha e caminhões com toneladas de arroz doado para as famílias mais atingidas pela estiagem precoce do ano passado. Deram-lhes ainda muito arroz “sujo” (com casca), como chamam por lá, pronto para semear, porque muitos foram obrigados a comerem o arroz que haviam reservado para sementeira. Graças a Deus, pois essa ajuda é resposta às nossas orações. Este ano a chuva novamente começou cedo, peçamos a Deus que ela não suma cedo, como no ano passado...
Cheguei em Suzana no mesmo dia em que nosso irmão George, um construtor quase engenheiro, mas muito crente e servo, trazendo consigo dois rapazes que ficaram por duas semanas fazendo os blocos para a construção das salas da Igreja de Suzana. Os poucos jovens e adolescentes da Igreja que estão em Suzana se revezavam trazendo água para os rapazes formarem os blocos. Até o fim de junho ele deve estar de volta com outros rapazes para levantarem as paredes. Para isso deixei mais fundos com os quais compraram mais cimento e as barras de ferro. Peçamos a Deus que nada atrase as obras...
Mais uma vez o nosso estagiário Daniel caprichou em organizar um mini-Seminário de dois dias para os líderes das igrejas nas aldeias. Foi muito proveitoso, ótimo para comunhão e capacitação maior para o ministério. Além do estudo mais aprofundado sobre a ordem de Cristo em Mateus 28:18-20, exibi a História da Tradução da Bíblia em Power Point, da SIL, e também uns filminhos curtos de testemunhos missionários, para que desde cedo a Igreja Felupe seja uma igreja missionária. Inclusive os jovens felupes crentes que estudam na capital estão animados programando mais um evangelismo nas outras aldeias felupes e em certas vizinhanças de Suzana. Peçamos a Deus que nada lhes impeça de ir em frente, com ousadia e muito amor...
Louvo a Deus porque também foi possível passar quase dois dias com o principal tradutor felupe, o Pr. Raimundo Djemme, tendo tempo de comunhão e oração com ele. Conseguimos terminar de digitar os textos que eles haviam traduzido, os quais pude depois imprimir na capital e deixar com um deles, o Tino, para poderem revisar em seu próximo encontro. Também pudemos trabalhar em outros que eles já haviam discutido e revisado, os quais eu trouxe para fazer a tradução de volta ao português para que sejam verificados pelos consultores no próximo Seminário do Projeto LUCAS em setembro deste ano.
Aqui em Anápolis estamos felizes demais por estarmos juntos novamente e ainda com uma novidade tremendamente maravilhosa para nós: Nossa filhona Agnes passou nos dois Vestibulares que fez, tanto o da Universidade do Estado de Goiás quanto da UniEvangélica, a maior universidade privada de Anápolis! Nesta última passou em primeiro lugar em sua área, o que é uma grande vitória para quem teve que estudar por correspondência, com material auto-didático, sem professor. O Vestibular foi apenas por experiência, ela ainda não concluiu o terceiro ano, e ainda busca a direção de Deus para o próximo ano. Nossa gratidão a Deus pela vida de cada um que tem orado, e pelas vidas da Suzy e da Luzinete Santos que a ajudaram muito em Suzana no ano passado na área de literatura, português e exatas. Também pela vida da Graça dos Santos que a ajudou muito nas outras disciplinas com estímulo e encorajamento, em Suzana, ano passado.
A você que tem orado, intercedido fielmente e/ou tem dado sacrificialmente para o nosso sustento, nosso MUITO obrigado! Em felupe diríamos: Jirejif, jirejif, kutiyom jirejif! M’Emitay encamul kan jak-jak!! (Obrigado, obrigado, meus irmãos obrigado! Que Deus vos recompense bem-bem mesmo!)
No amor de Cristo, Timóteo e família.
. .

AOS INTERCESSORES DO PROJETO FELUPE:
PEDIDOS DE ORAÇÃO
Junho 2008
FAMÍLIA FERNANDES: Daniel e Deusa, Josué, Micrela e Ezequiel. São nossos amados estagiários, alunos do Instituto Bíblico da Guiné Bissau. No final de agosto terminarão seu estágio e voltarão ao Instituto. Agradecem a Deus pelas muitas bênçãos que Deus tem lhes dado através dos irmãos felupes, pela saúde e vida que tem, e pelo ministério que Deus lhes deu. Pedem oração para que estejam sempre prontos para servir a Deus e fazer o melhor para Ele. A Deusa pede oração pelo pai dela que está desviado dos caminhos de Deus. Eles pedem especialmente a Deus pelo Ezequiel, o menorzinho dos filhos, pois ele tem um furúnculo debaixo da língua que estoura e sangra de vez em quando. Pode espalhar-se. Estão lutando para conseguir submetê-lo a uma cirurgia, mas está complicado, provavelmente terá que ser em Portugal, para isso teriam que pagar a passagem da mãe para acompanhá-lo, que é muito cara, só a dele e as despesas hospitalares são por conta do governo português. Peça a Deus por esse milagre, que Deus levante os recursos, que podem ser altos.
FAMÍLIA DO AMPA JANUBA: Ele é um ancião, um dos nossos tradutores. Sua esposa se chama Angélica, e tem filhos adolescentes na igreja que precisam muito assumir melhor seu compromisso de seguir a Cristo. Agradecem a Deus pela saúde que Ele lhes dá. Ela agradece pelo livramento no trabalho da roça, que fez sozinha e por tê-lo terminado. Pedem a Deus que consigam colher muito mais arroz do que ano passado, que foi quase nada. Peça especialmente a Deus que eles se entendam melhor amadureçam como cristãos, e criem seus filhos no temor do Senhor.
ARMANDO: O líder dos irmãos da aldeia de Budjim, ele compartilhou sua alegria de estar freqüentemente em Suzana em discipulado com o Daniel, graças a Deus. Pede oração por sua aldeia, dividida enre dois bairros que há várias gerações tem sido inimigas mortais e a cada ano que passa aumenta a inimizade e os feitiços que fazem um contra o outro. As vacas e cabras dos seus vizinhos continuam lhe causando estragos em suas plantações de vez em quando, por isso ele pede mais paciência e amor por eles. Peça a Deus especialmente por sua noiva Severina, que seja mesmo uma verdadeira seguidora de Jesus, eles estão se preparando para casarem-se em dezembro deste ano.
FAMÍLIA DO MARCELINO: O líder dos irmãos da aldeia de Edjim, sua esposa Clementina está grávida mais uma vez, alegria grande e vitória de Deus em suas vidas! Peça a Deus que a gravidez corra bem e que ela não perca mais esse bebê! Está com muitas varizes, eles tem trabalho pesado na aldeia. Ore por sua filha Débora que cresça no temor do Senhor, e também pela mãe do Marcelino, por sua saúde e que tome decisão de vez de seguir a Cristo. Ele está contente por ter terminado de fazer os blocos de cimento para poder construir outra casa, talvez no próximo ano. Peça a Deus especialmente pelos dois, que continuem dando bom testemunho na aldeia e tragam muitos outros discípulos e discípulas a Cristo.
TCHERNO E PASQUALINA: É o único outro adulto, irmão em Cristo em Edjim, que tem sido usado por Deus para alcançar muitas crianças e alguns adolescentes da escola nesta aldeia onde ele é professor. Todos os dias pedem que ele lhes conte mais histórias da Bíblia. Ele pede oração por sua saúde, pois já fez tratamento para vermes, melhorou muito, mas ainda sente dores. Ele pede oração especialmente por sua esposa que ainda não decidiu mesmo entregar sua vida a Jesus e está há meses na capital do Senegal para onde foi buscar trabalho e tratamento para sua esterilidade. Está muito difícil para o Tcherno ficar sozinho, os vizinhos e parentes já não acreditam na volta dela...
FAMÍLIA DO MÁRIO SUNGÚ: É o líder dos irmãos na aldeia de Elhálab, e é professor na escola da aldeia também. Pede a Deus pela saúde dele e dos filhos, da esposa, eles tem tido malária muitas vezes. Pede a Deus por seu sogro, o único ancião que segue a Cristo nesta aldeia, o qual tem sofrido perseguição de sua família e amigos. Ele pede oração especialmente pelo trabalho pesado que eles tem de manter os diques de barro que circundam seus arrozais, isolando-os da água do mar. Por causa do aquecimento global e da conseqüente elevação dos oceanos, o povo desta aldeia tem sofrido com a água salgada que às vezes derruba parte dos diques e prejudica sua lavoura.
TRADUTORES DA BÍBLIA: Pedimos orações pelos nossos tradutores felupes. Além destes mencionados acima (com exceção do Daniel e família), temos também o Tino e o Gabriel que estudam na capital, os quais precisam de oração por seus estudos e sustento, muito difícil de obter, especialmente para o Gabriel, ainda jovem mas já pai de família. Temos também o Mora que é adulto mas ainda solteiro, é de Suzana mas está na Igreja da cidade de São Domingos, onde mora atualmente e sofre muita perseguição de seus pais por servir a Cristo. Também temos o Pr. Raimundo Djemme e sua esposa Julieta, morando na cidade de Cachéu e pastoreando a Igreja Evangélica de lá. Ela está grávida do primeiro filho e ainda estuda. Peçamos a Deus que eles consigam reunir-se e trabalharem nos textos recém traduzidos. Querem também testar os textos anteriormente traduzidos, em Suzana e nas outras aldeias felupes durante essa semana, lendo-os às pessoas para verificar a compreensão.
4 de julho de 2008 Mini-Circular dos Bachmanns
Amados intercessores,
Apenas uma cartinha noticiando que estaremos viajando amanhã ao Amazonas, vamos a Porto Velho de ônibus e desceremos o Rio Madeira de barco, devemos chegar em Manaus dia 10 ou 11, se Deus quiser. Lá estaremos visitando igrejas e revendo irmãos queridos que intercedem fielmente por nós. Devemos retornar a Goiás dia 28 de julho. Agradecemos as orações nesse período de viagem.
Hoje de manhã cedo telefonei à Guiné e falei com o casal de tradutores Pr. Raimundo Djemme e Julieta. Ela está na primeira gravidez, e precisa de nossas orações pois tem sofrido algumas complicações, esperamos que não seja grave.
Como sempre, MUITO gratos, no amor de Cristo,
Timóteo pela família Bachmann

OS BACHMANNS NA AMAZÔNIA
Êêêta Jaraquí gostoso com molho de leite de côco e farinha de mandioca! Acompanhado de um açaí saboroso tirado na hora, com farinha de tapioca! A sobremesa, doce de cupuaçu à vontade, numa bandeja cheia! Assim passamos dois dias “difíceis” da vida missionária, foi o maior “sufoco”, pois estávamos num paraíso de sítio, próximo a um igarapé de águas geladas, uma delícia no calor da selva amazônica!
Mas não acabaram aí as nossas “tribulações”: em Manaus nos submeteram a uma tortura chinesa servindo-nos Pirarucu à casaca, Caldeirada de tambaqui, Tucunaré assado, Vatapá do Pará com camarão, tudo regado ao verdadeiro guaraná da Amazônia, sem esquecer mais litros e litros de açaí... Não faltou também um Tacacá bem quente na beira do rio Negro, na brisa fresca da noite na praia de Ponta Negra... E o melhor de tudo: um bate-papo gostoso relembrando os velhos tempos...
Mas não é só de durezas a vida do missionário, tivemos também a alegria de rever muitos irmãos queridos, e alcançar o propósito maior da viagem: visitar várias igrejas para agradecê-las por sua participação em nossas vidas e ministério e também para desafiá-las a envolverem-se ainda mais na obra missionária. Estivemos em um total de 7 igrejas em 2 semanas, visitando muitas famílias também, compartilhando acerca da nossa vida na Guiné Bissau e dos desafios à nossa frente. Foi um pouco cansativo devido à correria, mas fomos muito abençoados, tínhamos uma casa só para nós, podíamos descansar à vontade. Os irmãos que nos receberam, contribuíram para cobrir todas nossas despesas da viagem e da estadia em Manaus. Muito obrigado, queridos, que Deus vos recompense!
Agradecemos de todo coração a todos que oraram por nós neste período, especialmente durante a viagem de barco, descendo o Rio Madeira de Porto Velho até Manaus. Foram três dias de suspense devido à sobrecarga do barco, mas com muitas paisagens bonitas do beiradão, e momentos de descontração curtindo a beleza das matas, das águas, dos botos, dos pássaros...
Não sei como agradecer a Deus pela oportunidade dada por Ele para que nossos filhos conhecessem o Rio Madeira e um pouquinho das cidadezinhas onde fui criado, Manicoré e Humaitá, onde aprendi com meus irmãos e pais a amar o Senhor e a Sua obra, descobrindo na prática o melhor lugar para se viver: no centro de Sua Boa, Agradável e Perfeita Vontade, seja onde for...
De volta a Anápolis, temos uma semana para voltarmos à realidade, antes da volta às aulas de nossos filhos dia 5 de agosto. Domingo dia 10 ainda está vago, mas no seguinte, dia 17, já temos compromisso em uma igreja de Brasília, pela manhã. Após isso, estarei partindo mais uma vez à Guiné Bissau para acompanhar a conclusão do Estágio do Daniel e família e para receber o novo estagiário Pedro, também aluno do Instituto Bíblico da Guiné Bissau. Ainda na Guiné, terei 3 semanas de Seminário de Tradução do Projeto LUCAS, até o final de setembro, para continuarmos a verificação dos textos de Lucas traduzidos desde fevereiro deste ano.
No amor de Cristo, pela causa do Mestre, visando a Redenção das nações!
Timóteo, pela família Bachmann
MOTIVOS DE LOUVOR
Agradecemos a Deus pelo livramento e proteção em todo o tempo, em meio a tantas viagens visitando as igrejas que nos apóiam. Também pelas ofertas e ajuda de despesas, que Deus tem usado para nos suprir, sempre a tempo.
Nosso irmão estagiário Daniel manda agradecer a todos que tem orado por ele e sua família, especialmente pelo Ezequiel, o qual disse estar bem melhor, mas ainda precisando de oração para desentravar as portas para que possa fazer a cirurgia que ainda é necessária em sua lingüinha.


PEDIDOS DE ORAÇÃO
Pedimos oração pela viagem de Timóteo amanhã à Guiné Bissau, via Fortaleza e Cabo Verde, como de costume. Peça a Deus pelo livramento e proteção de Deus em todo trajeto, guardando a bagagem de qualquer extravio. Que Deus me ajude com muita sabedoria e discernimento em meio a tantas tarefas e responsabilidades...
Serão cinco semanas na Guiné: duas semanas em Suzana para acompanhar a saída do Estagiário Daniel, Deusa e filhos: Continue pedindo a Deus pela saúde e benção de Deus sobre a família do Daniel Fernandes, especialmente pelo pequeno Ezequiel, cujo furúnculo não levantou mais, mas que agora possui vários furúnculos pequenos...
E três semanas no Seminário de Tradução em Lendem: Peça a Deus pelo livramento de todos os participantes, muito visados pelo inimigo, os equipamentos e sistema elétrico também, pois sempre temos panes, falta de luz, etc. Peça a Deus que consigamos trabalhar bem em todos os textos, produzindo bastante, para atingir os alvos que temos.
Gostaríamos de receber como estagiário o nosso irmão Pedro, também aluno do Instituto Bíblico, para trabalhar em Suzana e nas aldeias ao redor, no lugar do Daniel, por um ano. Peça a Deus que ele esteja disposto a ir e possa mesmo assumir o trabalho, pois não temos outra opção. Precisamos muito de sua ajuda, pois é felupe e muito bom pregador...
Peça a Deus pela saúde da Julieta, tradutora e esposa do Pr. Raimundo Djemme, um dos tradutores principais: ela está grávida, mas tem tido hemorragia. Foi ao médico, e está fazendo tratamento. Que ela consiga vencer esse problema e que isso não prejudique a participação deles no Seminário de Tradução.
Ore por minha família que fica em Anápolis, todos estudando, inclusive a Avanilde. Peça a Deus que lhes dê coragem para passarem esse tempo todo sem o homem da casa, que Deus lhes livre e guarde do mal que é vingativo e traiçoeiro. Que Deus lhes dê o consolo e conforto pela saudade que sentem...
Com MUITA gratidão, do fundo do nosso coração!
Timóteo pela família Bachmann 21/08
14 de setembro de 2008 Circular de Setembro dos Bachmanns
DAS TRINCHEIRAS EM LENDEM
Amado intercessor, agradeço MUITO as orações e intercessão fiel junto ao trono de Deus por mim, por minha viagem, e por meu trabalho na aldeia nas duas semanas antes do Seminário. Realmente vejo a mão de Deus me guardando e me dando forças e fazendo com que o tempo renda e as coisas concorram para a glória dEle em tudo. Fiquei muito contente em conseguir fazer muita coisa que eu nem esperava poder mesmo realizar... MAS,
Aqui estamos em Lendem, o Centro de Tradução da Igreja Evangélica da Guiné Bissau, onde venho sempre para participar dos Seminários de Tradução do Projeto LUCAS, trabalhando junto com nossos irmãos felupes em conjunto com os consultores que vem do Brasil para nos ajudar a verificar a naturalidade, a correção e a fidelidade do texto traduzido ao texto Sagrado, para que tenhamos também as Letras Sagradas em Jola-Felupe, a língua do povo no meio do qual vivemos e com quem trabalhamos, plantando uma igreja no meio deles.
Neste Seminário mais especificamente estamos adaptando o texto traduzido para preparar as falas do filme para um dia podermos gravá-las e assim podermos esperar a mixagem das vozes e a produção dos Dvds, se Deus quiser...
Mas a impressão que temos, nestes dias aqui, na intensidade da concentração mental, devido ao trabalho muito puxado, é que estamos em meio a um tiroteio, com algumas bombas caindo por perto, e mesmo protegidos pelas trincheiras de Deus, acabamos por sermos atingidos por alguns estilhaços. O clima é de modo geral tranqüilo, sob controle, mas sentimos as conseqüências dos ataques do inimigo não há outra explicação! :
Apesar de terem sido "consertados" várias vezes antes do Seminário, os geradores vivem falhando, cortando a energia...O sistema elétrico de repente dá um treco e falha de formas estranhas e precisamos chamar um técnico pra consertar e lá vai interrupção de novo no trabalho...Vírus esquisitos aparecem nas máquinas eletrônicas que os tradutores usam e chegam nos computadores quando transferimos textos. Mesmo com os anti-vírus atualizados. Os vírus não comprometem o trabalho mas atrapalham bastante... Muitos dos tradutores estiveram doentes logo antes do Seminário, alguns estão ainda se recuperando e tentando trabalhar, como o Ampa Januba, Raimundo Djemme, entre outros...Muitos de nós, temos dores de cabeça sem aparente explicação, sono interrompido muitas vezes à noite e por isso muito sono durante o dia, especialmente eu... Agradeço demais as orações a nosso favor, mas torno a pedir que continuem orando, e que guerreiem por nós em oração, na força e no poder do Senhor Deus Todo-Poderoso, derrubando e desfazendo as obras do Diabo neste lugar. Infelizmente ele sabe melhor do que a maioria dos evangélicos do valor da Palavra de Deus nas línguas maternas, por isso os ataques tão intensos, mas não desfaleceremos pois sabemos que a Sua vitória é certa e não falhará, em nome do Senhor Jesus Cristo, o Rei dos reis e Senhor dos senhores!

Agradeço também as orações a favor da minha família que continua em Anápolis, nosso filhos na escola, que sentem muito a falta de mim, e eu deles aqui..
Que Deus te recompense, em Sua infinita graça!No amor de Cristo, pela causa do Mestre,
Timóteo pela família Bachmann

Timothy Bachmann para Undisclosed-Re.
14 set (4 dias atrás)
DAS TRINCHEIRAS EM LENDEM
Amado colega, agradeço MUITO as orações e intercessão fiel dos nossos intercessores junto ao trono de Deus por mim, por minha viagem, e por meu trabalho na aldeia nas duas semanas antes do Seminário. Realmente vejo a mão de Deus me guardando e me dando forças e fazendo com que o tempo renda e as coisas concorram para a glória dEle em tudo. Fiquei muito contente em conseguir fazer muita coisa que eu nem esperava poder mesmo realizar... MAS,

Aqui estamos em Lendem, o Centro de Tradução da Igreja Evangélica da Guiné Bissau, onde venho sempre para participar dos Seminários de Tradução do Projeto LUCAS, trabalhando junto com nossos irmãos felupes em conjunto com os consultores que vem do Brasil para nos ajudar a verificar a naturalidade, a correção e a fidelidade do texto traduzido ao texto Sagrado, para que tenhamos também as Letras Sagradas em Jola-Felupe, a língua do povo no meio do qual vivemos e com quem trabalhamos, plantando uma igreja no meio deles.
Neste Seminário mais especificamente estamos adaptando o texto traduzido para preparar as falas do filme para um dia podermos gravá-las e assim podermos esperar a mixagem das vozes e a produção dos Dvds, se Deus quiser...
Mas a impressão que temos, nestes dias aqui, na intensidade da concentração mental, devido ao trabalho muito puxado, é que estamos em meio a um tiroteio, com algumas bombas caindo por perto, e mesmo protegidos pelas trincheiras de Deus, acabamos por sermos atingidos por alguns estilhaços. O clima é de modo geral tranqüilo, sob controle, mas sentimos as conseqüências dos ataques do inimigo não há outra explicação! :
Apesar de terem sido "consertados" várias vezes antes do Seminário, os geradores vivem falhando, cortando a energia... O sistema elétrico de repente dá um treco e falha de formas estranhas e precisamos chamar um técnico pra consertar e lá vai interrupção de novo no trabalho...Vírus esquisitos aparecem nas máquinas eletrônicas que os tradutores usam e chegam nos computadores quando transferimos textos. Mesmo com os anti-vírus atualizados. Os vírus não comprometem o trabalho mas atrapalham bastante... Muitos dos tradutores estiveram doentes logo antes do Seminário, alguns estão ainda se recuperando e tentando trabalhar, como o Ampa Januba, Raimundo Djemme, entre outros... Muitos de nós, temos dores de cabeça sem aparente explicação, sono interrompido muitas vezes à noite e por isso muito sono durante o dia, especialmente eu...
Agradeço demais as orações a nosso favor, mas torno a pedir que nossos intercessores continuem orando, e que guerreiem por nós em oração, na força e no poder do Senhor Deus Todo-Poderoso, derrubando e desfazendo as obras do Diabo neste lugar. Infelizmente ele sabe melhor do que a maioria dos evangélicos do valor da Palavra de Deus nas línguas maternas, por isso os ataques tão intensos, mas não desfaleceremos pois sabemos que a Sua vitória é certa e não falhará, em nome do Senhor Jesus Cristo, o Rei dos reis e Senhor dos senhores!

Agradeço também as orações a favor da minha família que continua em Anápolis, nosso filhos na escola, que sentem muito a falta de mim, e eu deles aqui...
Que Deus te recompense, em Sua infinita graça!
No amor de Cristo, pela causa do Mestre,
Timóteo pela família Bachmann ( 17/09/2008)
Circular dos Bachmanns Out-Nov
A OPORTUNIDADE É CARECA...
Por isso, quando ela passar, agarre-a com as duas mãos e com toda força! Ao contrário do que possa parecer, Deus está muito interessado em nos usar para cumprir Seu propósito eterno de alcançar pessoas de todas as línguas e nações do mundo. Por isso Ele nos abre muitas portas e nos dá muitas oportunidades para esse fim, mas geralmente não percebemos, nem notamos, por estarmos voltados para nossos próprios reinozinhos, nossos próprios planos e aspirações...
Como cooperadores de Deus, colaboradores dÊLe, queremos mostrar algumas oportunidades através das quais Ele poderá te despertar para O servir, ou ao menos te usar para divulgar e despertar a outros...
Queremos estar de volta ao campo logo no início do próximo ano, o que significa que nossos filhos - estarão novamente estudando através do CIER (do Rio), que lhes envia os módulos para que estudem em casa conosco, agora apenas Melissa e Arthur, na aldeia de Suzana, no noroeste da Guiné Bissau. Uma oportunidade que se abre é de lhes ajudar com as tarefas escolares, tirando dúvidas e lhes dando todo o apoio por um ano ou pelo menos um semestre em seus estudos, especialmente na área das ciências exatas, as mais difíceis de estudar à distância, sem professor. Você vai nos ajudar muito, indiretamente, por nos deixar despreocupados com seus estudos e mais livres para dedicar ao ministério, e de quebra ainda ganha uma tremenda experiência transcultural, podendo voltar para tua igreja no Brasil ardendo por missões e podendo ser muito usado por Deus para despertar tua igreja mais ainda para se envolver na obra missionária! Que tal? Não esqueça, a oportunidade não tem cabelos!

OUTRAS OPORTUNIDADES DE CURTO PRAZO
(duas a três semanas)
Se és profissional da saúde poderias ajudar na formação de "enfermeiros", os chamados agentes de saúde do governo do Estado, que precisam aprender melhor a socorrer outros nos cuidados básicos de saúde, ou poderias atender diretamente à população, como outras equipes já fizeram no passado e assim mostraram de forma concreta o amor de Deus pelo povo!

Se és profissional na área de educação, poderias nos ajudar nessa área em Suzana, dando treinamento e reciclagem aos professores da escola do governo do Estado, ou então nos ajudando a formular o material de alfabetização que precisamos desenvolver na língua felupe, porque essa também é um dos maiores desafios que temos pela frente.

Se és profissional na área de agronomia, poderias ajudar o povo com técnicas agrícolas que lhes possibilitem aproveitar melhor a terra rica que tem, as chuvas que caem em menor abundância a cada ano e evitar as muitas pragas que lhes rouba a produção. A cada ano eles perdem terreno ao sal que lhes penetra os arrozais, devido à elevação dos oceanos.
Se és profissional na área de informática, poderias ajudar muito o Projeto LUCAS, que precisa de alguém que treine o rapaz encarregado de dar assistência à tradução da Bíblia em várias línguas ao mesmo tempo e à produção e impressão de material para a alfabetização nessas línguas.

Visite nosso novo site, conheça melhor nosso ministério e descubra como podes aproveitar essas oportunidades: lá estão os pedidos de oração, nossos e de nossos irmãos em Cristo, colaboradores também do Senhor Jesus, na formação da Igreja e na tradução das Sagradas Escrituras! www.freewebs.com/timoteobachmannfamily/
Com muita gratidão por tua fiel intercessão a nosso favor,
Timóteo pela família Bachman
24 de novembro de 2008 , CARTA DE ORAÇÃO DA FAMÍLIA BACHMANN
CARTA DE ORAÇÃO DA FAMÍLIA BACHMANN
Ore pelo próximo ano da Agnes, que Deus lhe dê direção, discernimento e coragem para ter certeza do que deve fazer neste próximo ano. Peça a Deus que desperte um(a) professor (a) voluntário (a) que vá conosco até a Guiné Bissau, morar conosco em nossa aldeia para ajudar Arthur e Melissa em seus estudos à distância, por módulos.
Peça a Deus que consigamos uma máquina de beneficiar arroz (uma nova custa 13.400 reais) para servir na cooperativa que os irmãos da Igreja desejam formar para poder investir na formação de mais obreiros. Querem usar o lucro para pagar as mensalidades dos que estão estudando no Instituto Bíblico da Guiné Bissau.
Ore pela nossa viagem de volta, queremos muito conseguir carona pela FAB, para podermos levar essa máquina e economizar as passagens. OU, que Deus nos dê os recursos para pagá-las, que são muito caras.
NOSSOS IRMÃOS NA GUINÉ:
AMPA JANUBA: Ele é um ancião, um dos nossos tradutores. Sua esposa se chama Angélica, e tem filhos adolescentes na igreja que precisam muito assumir melhor seu compromisso de seguir a Cristo. Agradecem a Deus pela saúde que Ele lhes dá. Ela agradece pelo livramento de Deus em seu trabalho da roça. Pedem a Deus que consigam colher muito mais arroz do que ano passado, que foi quase nada. Peça especialmente a Deus que eles se entendam melhor, amadureçam como cristãos, e criem seus filhos no temor do Senhor.

ARMANDO: O líder da Igreja na aldeia de Budjim, muito bom lavrador e organizador de mutirão, também nos ajuda na tradução, precisa muito de oração para preparar-se para casar agora em dezembro. Ele pede orações por causa da perseguição de seus vizinhos e parentes, e também diante da grande perseguição espiritual que ele tem passado, quase a cada noite ele ouve muito barulho pavoroso!
GABRIEL: Ainda jovem, já é pai de família, está estudando para poder ir ao Instituto Bíblico, como o Tino, para poder servir a Deus como obreiro. Agradece a Deus por Seu cuidado e provisão, mas eles tem passado bastante lutas como família. Peça a Deus que desperte a Igreja de Suzana para o sustentar e ele saiba criar seus filhos para que todos sirvam a Deus com dedicação.

MARCELINO: O líder dos irmãos da aldeia de Edjim, sua esposa Clementina já deu à luz mais uma vez, alegria grande e vitória de Deus em suas vidas! A Clementina está com muitas varizes, eles tem trabalho pesado na aldeia. Ore por sua filha Débora que cresça no temor do Senhor, e também pela mãe do Marcelino, por sua saúde e que tome decisão de vez de seguir a Cristo. Peça a Deus especialmente pelos dois, que continuem dando bom testemunho na aldeia e tragam muitos outros discípulos e discípulas a Cristo!
SUNGÚ: É o líder dos irmãos na aldeia de Elhálab, e é professor na escola da aldeia também. Pede a Deus pela saúde dele e dos filhos, da esposa Florença, eles tem tido malária muitas vezes. Pede a Deus por seu sogro, o único ancião que segue a Cristo nesta aldeia, o qual tem sofrido perseguição de sua família e amigos. Ele pede oração especialmente pelo trabalho pesado que eles tem de manter os diques de barro que circundam seus arrozais, isolando-os da água do mar.
TCHERNO: Um dos líderes da Igreja na aldeia de Edjim, muito hábil em comunicação, nos ajuda na tradução, é um dos professores na escola da aldeia que tem sido usado por Deus para alcançar muitas crianças e alguns adolescentes desta escola. Agradece a Deus pela saúde e livramentos na vida. Pede a Deus por seu casamento, sua esposa ainda não tomou decisão séria de seguir a Cristo e ainda não conseguiu engravidar, apesar de ter feito vários tratamentos, o que é um peso para ambos.
TINO: Futuro líder com bastante potencial, muito dedicado, muito influente, mas ainda jovem, quer se preparar para servir a Deus. É um dos tradutores. Agradece a Deus ter conseguido passar de ano mais uma vez, agora está no décimo ano. Pede orações para que consiga continuar bem, esse ano será ainda mais difícil para ele. Pede especialmente para que Deus lhe dê determinação e não deixe de orar por alguém quando Deus o incomodar a fazer isso.

NOSSO EX-ESTAGIÁRIO:
Daniel e Deusa, Josué, Micrela e Ezequiel. No final de agosto terminaram seu estágio e voltaram ao Instituto. Agradecem a Deus pelas muitas bênçãos que Deus tem lhes dado através dos irmãos felupes, pela saúde e vida que tem, e pelo ministério que Deus lhes deu. Pedem oração para que estejam sempre prontos para servir a Deus e fazer o melhor para Ele. A Deusa pede oração pelo pai dela que está desviado dos caminhos de Deus. Eles pedem especialmente a Deus pelo Ezequiel, o menorzinho dos filhos, pois ele tinha um furúnculo debaixo da língua, que já não está mais causando problemas, muitos oraram por ele, talvez foi curado! Peça a Deus que a médica seja encontrada para examinar o Ezequiel e confirme a cura.
Agradecemos a Deus demais pela vida de cada um que tem nos apoiado em oração, que Deus te recompense e te abençoe ricamente !

No amor de Cristo, Timóteo pela família Bachmann
Situação «sob controlo» e Forças Armadas «subordinadas ao presidente»
O Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) da Guiné-Bissau garantiu hoje que a situação no país "está sob controlo" e que as Forças Armadas "estão subordinadas ao Presidente", "Nino" Vieira, alvo de um ataque durante a madrugada de sábado a domingo.
"Numa sociedade não faltam bandidos. Mas podemos dizer ao mundo que as Forças Armadas da Guiné-Bissau estão solidários e subordinadas ao Presidente, que é o comandante em chefe das Forças Armadas", disse o general Tagmé Na Waié a saída da residência de "Nino" Vieira, que foi atacada esta madrugada.
O Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas guineenses afirmou que cinco militares foram detidos "para os interrogatórios", escusando-se, contudo, a citar os seus nomes.
"Alguns militares estão detidos. São cinco por enquanto, mas continuam os inquéritos para saber quem está metido nisto", sublinhou o general Na Waié.
Um grupo de militares atacou hoje de madrugada a casa do presidente "Nino" Vieira, provocando um morto e um ferido, num ataque que o ministro da Administração Interna guineense considerou "uma tentativa de golpe de Estado".
Questionado sobre as unidades dos soldados envolvidos nos incidentes desta madrugada, o CEMGFA guineense disse que por enquanto esse pormenor está a ser investigado.
"Ainda não sabemos de que unidades é que são, mas podemos informar-vos que a situação está sob controlo do Estado-Maior General", referiu Tagmé Na Waié, remetendo para mais tarde mais informações. Sobre a situação em que se encontra João Bernardo "Nino" Vieira, o CEMGFA disse que "o Presidente está calmo e na sua residência".
Fontes militares adiantaram à Agência Lusa que o ataque desta madrugada à residência de "Nino" Vieira terá sido dirigido pelo sargento N'Tcham Ialá, um fuzileiro da Marinha de Guerra Nacional, mas agora colocado no batalhão de Canchungo, no norte da Guiné-Bissau.
Entretanto, o comandante da zona militar norte, António Injai, informou que mais três militares foram detidos.


www.noticiaslusofonas.com
http://www.uniaonet.com/bachmann.htm

Mensagens anteriores a Jan/2007 ver :
www.uniaonet.com/bachmann02.htm
www.uniaonet.com/afgbsusana.htm )
Participe! Envie-nos seu comentário : www.uniaonet.com/email.htm